[1]
F. Silva-Oliveira, C. I. Andrade, M. O. Guimarães, R. C. Ferreira, E. F. e Ferreira, e P. M. Zarzar, “Frequência de identificação e notificação de abuso físico infantil por profissionais da Estratégia Saúde da Família e relação com fatores socioeconômicos”, Arq Odontol, vol. 53, dez. 2017.