Formulação de definições utilizando o método Aristotélico

Autores

Palavras-chave:

definições, ontologia biomédica, differentia

Resumo

Resumo: Definição é um tema importante na obra de Aristóteles. Há vários tipos de definições, sendo que no contexto da ontologia aplicada, a formulação de definições textuais e formais devem seguir os Princípios Aristotélicos de Genus e Differentia. O objetivo deste artigo é descrever os princípios aristotélicos na formulação de definições em ontologias demonstrando a aplicação do método OntoDef. Apresenta uma breve revisão de literatura e demonstra a aplicação do método OntoDef para elaborar as definições das classes mulher e mulher grávida da ontologia de domínio OntONeo. Conclui-se que a aplicação do método trouxe relevante contribuição para a ontologia OntONeo, ao aperfeiçoar suas definições textuais. O método OntoDef ainda proporcionou uma visão clara sobre a essência do termo a ser definido, ao se estabelecer as condições necessárias e suficientes de cada termo em questão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Amanda Damasceno de Souza, Hospital Felício Rocho

Doutorado em Gestão e Organização do Conhecimento pela UFMG. Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais (2016). Especialista em Gestão Estratégica da Informação pela Escola de Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (2013). Graduada em Biblioteconomia pela Universidade Federal de Minas Gerais (2005).

Fernanda Farinelli

Doutora em Gestão e Organização do Conhecimento pela Escola de Ciência da Informação da UFMG pesquisando o tema ontologias formais realistas como solução de integração semântica de dados. Ontologista responsável pelo projeto da OntONeo (Ontologia do domínio obstétrico e neonatal). Pós-doutorado na Faculdade de Filosofia e Ciências da UNESP-Marília entre 08/2018 à 02/2019. Atuou como pesquisadora visitante no Departamento de Filosofia e no Departamento de Informática Biomédica da Universidade Estadual de Nova York em Buffalo. Mestre em Administração de Empresas com ênfase em Gestão estratégica da informação (Fundação Pedro Leopoldo/MG). Especialista em Banco de Dados (UNI-BH). Bacharel em Ciência da Computação (PUC-MG). Possui mais de 15 anos de experiência em Gestão de Dados atuando com administração de banco de dados, arquitetura e administração de dados e implantação de governança de dados em grandes empresas como Unisys Brasil, Cedro Têxtil, Prodemge. Atua há cerca de 15 anos como docente em cursos de graduação e pós-graduação em renomadas instituições de ensino no estado de Minas Gerais como PUC-MG, IEC, Fundação Pedro Leopoldo, Universidade de Itaúna, Faculdade Cotemig, Unipac e IGTI. Possui as certificações CDMP, CBIP, CDP e OCP

Eduardo Ribeiro Felipe

Doutor em Gestão e Organização do Conhecimento, Mestre em Ciência da Informação pela UFMG e Analista de Tecnologia da Informação na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri em Minas Gerais. Possui graduação como Tecnólogo em Processamento de Dados pelo Centro Universitário Newton Paiva e pós-graduação em Engenharia de Software pela PUC-Minas. Atualmente trabalha com pesquisa envolvendo Recuperação da Informação e Ontologias (onto4alleditor.com)

Downloads

Publicado

2021-09-01 — Atualizado em 2021-09-30

Versões