Ontologias de alto nível

porque precisamos e como usar

Autores

  • Fernanda Farinelli UFMG
  • Amanda Damasceno Souza

Palavras-chave:

ontologia, ontologia de alto nível, ontologia de topo, interoperabilidade entre ontologias, ontologia de fundamentação

Resumo

As ontologias são artefatos de representação do conhecimento, e quando estas são formais, permitem tal representação sem ambiguidades e interpretável tanto por humanos quanto por máquinas computacionais. De acordo com a abrangência do escopo de representação e o detalhamento do domínio de conhecimento, as ontologias são classificadas como ontologias de domínio, ontologias de referência e ontologias de alto nível. Os dois primeiros tipos de ontologias abrangem representações sobre domínios específicos de conhecimento, mas com níveis de detalhamento diferentes. As ontologias de alto nível são ontologias de domínio neutro que descrevem conceitos gerais comuns em todos os domínios. Entretanto, nem sempre é claro o papel destas ontologias e porque utilizá-las na concepção de ontologias de domínios ou de referência. Este trabalho descreve o papel das ontologias de alto nível como artefatos de representação e sua contribuição na construção de ontologias de referência e de domínio. Adicionalmente, é apresentado como utilizá-las no processo de construção de ontologias de domínio ou de referência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-09-01 — Atualizado em 2021-09-01

Versões