Fronteiras da Representação do Conhecimento https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc <p><strong>Fronteiras da Representação do Conhecimento</strong> é uma revista vinculada ao grupo de pesquisa <em><span class="tm6">Representação do Conhecimento, Ontologias e Linguagem</span></em><span class="tm7"> (ReCOL) certificado pelo CNPq, com </span><span class="tm8">15 anos de atuação</span><span class="tm7"> ao longo dos quais reuniu mais de 500 publicações em Ciência da Informação e dezenas de alunos formados em mestrado e doutorado.</span></p> <p><span class="tm7">Indexado: <a title="Brapci" href="https://brapci.inf.br/index.php/res/v/193960" target="_blank" rel="noopener">Brapci</a></span></p> <p>&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;&gt;</p> <p><strong>Estão abertas as SUBMISSÕES para o n. 1, 2022</strong><br />Dossiê temático: <br />Gestão do Conhecimento - estruturas, modelos e ferramentas (<a title="capa n.1, 2022" href="https://mba.eci.ufmg.br/wp-content/uploads/capaFRC_1-2022.png">ver capa</a>)</p> <p>O template para submissão está <a title="Template" href="https://mba.eci.ufmg.br/wp-content/uploads/template_FRC.docx">AQUI</a> e para submeter você pode clicar <a title="Submissões" href="https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/about/submissions">AQUI</a></p> <p>&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;&lt;</p> <p> </p> UFMG pt-BR Fronteiras da Representação do Conhecimento 2764-3743 <div id="deed-rights" class="row" dir="ltr"> <div class="col-sm-offset-2 col-sm-8"> <h3>From: https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/</h3> <h3>You are free to:</h3> <ul class="license-properties"> <li class="license share"><strong>Share</strong> — copy and redistribute the material in any medium or format</li> <li class="license remix"><strong>Adapt</strong> — remix, transform, and build upon the material</li> <li class="license commercial">for any purpose, even commercially.</li> <li id="more-container" class="license-hidden"> </li> </ul> </div> <div id="libre" class="col-sm-2"><a class="screen-only" href="https://freedomdefined.org/"><img src="https://creativecommons.org/images/deed/FreeCulturalWorks_seal_x2.jpg" alt="This license is acceptable for Free Cultural Works." /></a></div> </div> <div class="row"> <ul id="license-freedoms-no-icons" class="col-sm-offset-2 col-sm-8"> <li class="license">The licensor cannot revoke these freedoms as long as you follow the license terms.</li> </ul> </div> <div class="row"> <div class="col-md-offset-1 col-md-10"><hr /></div> </div> <div id="deed-conditions" class="row"> <h3>Under the following terms:</h3> <ul class="license-properties col-md-offset-2 col-md-8" dir="ltr"> <li class="license by"> <p><strong>Attribution</strong> — You must give <a id="appropriate_credit_popup" class="helpLink" tabindex="0" title="" href="https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" data-original-title="">appropriate credit</a>, provide a link to the license, and <a id="indicate_changes_popup" class="helpLink" tabindex="0" title="" href="https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" data-original-title="">indicate if changes were made</a>. You may do so in any reasonable manner, but not in any way that suggests the licensor endorses you or your use.<span id="by-more-container"></span></p> </li> </ul> </div> <div class="row"> <ul id="deed-conditions-no-icons" class="col-md-offset-2 col-md-8"> <li class="license"><strong>No additional restrictions</strong> — You may not apply legal terms or <a id="technological_measures_popup" class="helpLink" tabindex="0" title="" href="https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" data-original-title="">technological measures</a> that legally restrict others from doing anything the license permits.</li> </ul> </div> <div class="row"> <div class="col-md-offset-1 col-md-10"><hr /></div> </div> <div id="deed-understanding" class="row"> <h3>Notices:</h3> <ul class="understanding license-properties col-md-offset-2 col-md-8"> <li class="license">You do not have to comply with the license for elements of the material in the public domain or where your use is permitted by an applicable <a id="exception_or_limitation_popup" class="helpLink" tabindex="0" title="" href="https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" data-original-title="">exception or limitation</a>.</li> <li class="license">No warranties are given. The license may not give you all of the permissions necessary for your intended use. For example, other rights such as <a id="publicity_privacy_or_moral_rights_popup" class="helpLink" tabindex="0" title="" href="https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/" data-original-title="">publicity, privacy, or moral rights</a> may limit how you use the material.</li> </ul> </div> Onto4ALLEditor https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/37542 <p>Of all the artificial intelligence technologies, ontologies are the most dependent on human expertise and classification skills. The methodologies for building ontologies share a stage that requires the use of an ontology editor for formalizing knowledge. For students in information science. The use of such editors is still an obstacle, since the information science curriculum does not cover the skills required for ontology development. To bridge this gap, we have developed Onto4AllEditor, a web-based graphic ontology editor, with the aim of providing resources for the creation of lightweight ontologies. Onto4AllEditor aims also to foster ontologies within Information Science.</p> Fabrício Martins Mendonça Jeanne Louise Emygdio Lucas Piazzi de Castro Eduardo Ribeiro Felipe Copyright (c) 2021 Fabrício Martins Mendonça, Jeanne Louise Emygdio, Lucas Piazzi de Castro, Eduardo Ribeiro Felipe https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2021-12-27 2021-12-27 1 2 70 94 Inteligência Artificial da perspectiva da Ciência da Informação: https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/37518 <p>Avanços notáveis têm sido possíveis com os algoritmos para raciocínio automático da Inteligência Artificial (IA). Tais avanços levam cientistas da informação a questionar se há sentido na classificação tradicional após a chegada dos motores de busca. A questão impacta não só a CI, mas a Biblioteconomia, a medida em que os dados do século XXI não estão mais em estantes. Não existe restrição física que exija a organização para a qual os esquemas de classificação foram originalmente concebidos. Questiona-se mesmo se um esquema prévio pode predizer necessidade de um usuário. O objetivo deste artigo é discutir os limites do raciocínio automático e em que medida substitui o humano na classificação. A metodologia adotada compreende: i) revisão bibliográfica sobre fundamentos do raciocínio humano e computacional; ii) a descrição do raciocínio automático produzido por duas abordagens populares: a ontologia e o aprendizado de máquina; iii) comparação entre os tipos de raciocínio. Foram resultados encontrados: as abordagens automáticas exibem claras limitações, mas ontologias são o que há de mais próximo daquilo que pessoas podem fazer na classificação e, portanto, mais próxima da CI. Conclui-se, portanto, que a assistência da IA é profícua, mas as abordagens analisadas – raciocínio automático clássico e probabilístico – estão longe de substituir o raciocínio humano em tarefas classificatórias.</p> Jeanne Louize Emygdio Copyright (c) 2021 Jeanne Louize Emygdio https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2021-12-27 2021-12-27 1 2 171 193 Ontologias Biomédicas https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/37431 <p>o presente artigo se colabora com a introdução ao estudo da ontologia, um campo de pesquisa interdisciplinar, que nos contexto dos sistemas de informação tem contribuições para a modelagem e o desenvolvimento de sistemas inteligentes. Trata-se de um tema em várias aras de pesquisa, como Ciência da Computação, Ciência da Informação, Filosofia, Inteligência Artificial, Linguística, Gestão do Conhecimento, para citar alguns. Também é aplicada em vários domínios do conhecimento, em particular, com sucesso, em Biomedicina. Além da pesquisa científica, observa-se que é preciso também disseminar e popularizar essas práticas no Brasil, de forma que a abordagem aqui é de caráter pragmático. Discorre sobre iniciativas e aplicações reais de ontologias em Biomedicina, um domínio em que artefatos ontológicos são aplicados há pelo menos 20 anos com sucesso.</p> Fernanda Farinelli Copyright (c) 2021 Fernanda Farinelli https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2021-12-27 2021-12-27 1 2 22 50 Protocolo de Revisão de Escopo https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/37412 <p>Este estudo tem por objetivo apresentar o desenvolvimento de um protocolo de <em>scoping review</em> (revisão de escopo) que buscará identificar e sintetizar as evidências científicas sobre prática do Agente Comunitário de Saúde nas ações de prevenção e controle da hanseníase. O protocolo utilizou o método proposto pelo <em>Joanna Briggs Institute</em>, <em>Reviewers Manual</em> 2020, que estabelece cinco etapas:1) identificação da questão de pesquisa; 2) identificação dos estudos relevantes; 3) seleção dos estudos; 4) análise dos dados; e, 5) agrupamento, síntese e apresentação dos dados. <em>Scoping review</em> no contexto da Ciência da Informação configura-se como um importante instrumento de recuperação e síntese do conhecimento. Assim é necessário que o profissional da informação conheça esse tipo de revisão de literatura, utilizado na área de saúde e, com isso, possa auxiliar a equipe multiprofissional em saúde, na busca e sistematização do conhecimento</p> Juliana Almeida Menezes Moreira Késia Silva e Sousa Daniel Gonçalves Elias Raíssa Silva Sousa Fernanda Moura Lanza Amanda Damasceno de Souza Copyright (c) 2021 Juliana Almeida Menezes Moreira, Késia Silva e Sousa, Daniel Gonçalves Elias, Raíssa Silva Sousa, Fernanda Moura Lanza, Amanda Damasceno de Souza https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2021-12-27 2021-12-27 1 2 159 170 Ontologias e linguística https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/37401 <p>O tema ontologias já se firmou como uma temática de pesquisa em Ciência da Informação, como um Sistema de Organização do Conhecimento. Entretanto, tal temática desperta o interesse de várias outra áreas – Ciência da Computação, Filosofia, Medicina, Letras, e outas – firmando-se como um tema abrangente que é potencializado pela pesquisa interdisciplinar. Nesta primeira entrevista da Revista Fronteira da Representação do Conhecimento, convidamos a Professora Heliana Mello para contribuir com a visão da interdisciplinaridade da pesquisa sobre ontologias e representação do conhecimento na área da linguística.</p> Fernanda Farinelli Copyright (c) 2021 Fernanda Farinelli https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2021-12-27 2021-12-27 1 2 194 196 Processamento de Linguagem Natural aplicado à anamneses do domínio da ginecologia https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/37308 <p>O volume de informação produzido tanto na pesquisa médica quanto na prática clínica há muito exige tratamento computacional. Uma importante fonte de dados reais, relevante para a pesquisa, além de essencial para a gestão das unidades de saúde, é o prontuário de paciente. Dessa forma, técnicas de processamento de linguagem natural (PLN) são alternativas importantes para lidar com essa fonte dinâmica onde constantemente se registram novos dados. A presente pesquisa se insere nesse contexto, exibindo uma iniciativa de extração de dados de pacientes em um grande hospital através de técnicas de PLN. Para tanto, apresenta-se um <em>background</em> com informações sobre tais técnicas para então descrever os passos metodológicos, bem como os resultados parciais da extração realizado no campo médico da ginecologia.</p> Amanda Damasceno de Souza Eduardo Ribeiro Felipe Copyright (c) 2021 Amanda Damasceno de Souza, Eduardo Ribeiro Felipe https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2021-12-27 2021-12-27 1 2 51 69 Ontologia, lógica e linguagem https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/37215 <p>O ato de classificar pode ser considerado um processo indispensável à construção de Sistemas de Organização do Conhecimento. Em sistemas ontológicos, o intento de classificar o mundo divide opiniões quanto à sua viabilidade e fiabilidade. A generalização efetuada a partir de entidades singulares e sua relação com o conhecimento é central nesta problemática. Usando a distinção proposta por Bunge, entre universais substanciais e conceituais, aborda-se a relação entre o estudo ontológico, a lógica e a linguagem. Descreve-se a operação de “ontologização” de uma linguagem e aborda-se o problemático uso da linguagem lógica para deduzir categorias ontológicas. Finaliza-se clarificando as diferenças entre a visão platónica associada à lógica de primeira-ordem e o chamado essencialismo aristotélico. A reflexão apresentada aponta para a necessidade da inclusão da abordagem ontológica como instrumento interdisciplinar para uma visão mais abrangente da sociedade.</p> Luís Machado Copyright (c) 2021 Luís Machado https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2021-12-27 2021-12-27 1 2 1 21 Teorias ontológicas para modelagem https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/37199 <p class="resumo"><span class="tm8"><strong>O</strong> presente ensaio se dedica ao estudo da ontologia, um campo de pesquisa interdisciplinar que aborda entidades e relações fundamentais para a modelagem de domínios do conhecimento. Existe um crescente interesse na aplicação de ontologias para a solução de problemas em diversas áreas como Ciência da Computação, Ciência da Informação, Filosofia, Inteligência Artificial, Linguística, Gestão do Conhecimento; bem como em domínios como Saúde, Biomedicina, Direito, Geografia, para citar alguns. A abordagem aqui é a da “Ontologia Aplicada”, um campo que alia novas tecnologias, em particular aquelas desenvolvidas para a Web Semântica, a uma sólida fundação filosófica de cunho metafísico. Apresentam-se aqui informações básicas sobre ontologia e sua aplicação em sistemas de informação.</span></p> <p class="Normal">&nbsp;</p> Mauricio Barcellos Almeida Copyright (c) 2021 Mauricio Barcellos Almeida https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2021-12-27 2021-12-27 1 2 95 126 Classificação dos processos empresariais em uma ontologia https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/36081 <p>As organizações em geral têm vivenciado inúmeras transformações em seus processos impostas por uma sociedade que sofrem constantes mutações, esta entidade abstrata, entendida como um macro sistema que envolvem vários processos o entendimento do papel desempenhado em cada uma delas é importante com vista a otimizar os seus processos com vista a alcançar os seus objetivos. As ontologias como um artefato da CI., tem contribuindo em inúmeros domínios do conhecimento. A elaboração de uma ontologia com o cunho realista, impõe uma análise da constituição dos objetos e fatos, para o melhor classifica-lo em uma ontologia que possui característica favorecer um ambiente eficiente na gestão das informações. Diante disto, o presente estudo buscou identificar como representar os processos empresariais em uma ontologia do domínio, buscando ilustrar de modo pratico, o estudo foi direcionado em alguns processos presentes no domínio do setor elétrico. A pesquisa se classificou como qualitativa, descrita e empregou como métodos a analise documental. Como resultado, foi possível verificar como identificar e justificar o porquê é empregado esta classificação com base nos preceitos de uma ontologia de alto nível, de maneira preliminar foi possível verificar as características necessárias para se realizar a classificação dos processos em uma ontologia, construindo no entendimento do tratamento necessário a ser dado quando ocorrer esses casos.</p> Cristiano Moreira Copyright (c) 2021 Cristiano Moreira https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2021-12-27 2021-12-27 1 2 127 158 Recuperação da Informação e Pesquisa como Processo de Aprendizagem https://periodicos.ufmg.br/index.php/fronteiras-rc/article/view/35902 <p class="resumo"><span class="tm6">Este artigo propõe um estudo de caso para analisar o processo de recuperação de informação e a busca como um processo de aprendizagem em um ambiente de busca sobre Covid-19. Como metodologia de pesquisa, o trabalho analisa um grupo de participantes, verificando seu nível de conhecimento sobre a Covid-19, antes e depois de pesquisas na web. O estudo inclui uma análise do efeito Dunning-Kruger, experiências metacognitivas e uso de consultas na web. Os achados desta pesquisa correspondem à observação de um padrão semelhante nos testes realizados com o efeito Dunning-Kruger, e também um aumento na estimativa das notas do segundo teste nas séries mais altas, em uma população com diferentes níveis de escolaridade e faixas etárias. Observa-se que, mesmo quando os usuários navegam nas mesmas consultas, ainda existem dificuldades e limitações no avanço do conhecimento nos ambientes de busca. É importante destacar que esta pesquisa analisou uma situação específica, que envolve informações sobre Covid-19, interesse de pessoas de diferentes escolaridades e idades, bem como o grande volume de informações, notícias falsas e dificuldades em analisar informações, ao contrário de experimentos em outras pesquisas analisadas. Por fim, este estudo de caso abre a porta para novos focos e oportunidades de experimentação no processo de recuperação de informação.</span></p> João Paulo R. Pires da Silva Gilson R. Dias Fonseca Eduardo Barrere Fabrício M. Mendonça Jairo Francisco de Souza Copyright (c) 2021 João Paulo R. Pires da Silva, Gilson R. Dias Fonseca, Eduardo Barrere, Fabrício M. Mendonça, Jairo Francisco de Souza https://creativecommons.org/licenses/by/4.0 2021-09-30 2021-09-30 1 2 126 144