[1]
W. Soares e D. F. de Almeida Rezende, “Alcances e limitações de três métodos de mensuração dos emigrantes internacionais do Brasil”, GEOgrafias, p. 100–121, mar. 2016.