[1]
E. Cerqueira, “Cartografias não institucionais da pandemia: Mapeando a dispersão espacial da COVID-19 em Belo Horizonte”., GEOgrafias, vol. 28, nº 2, p. 116–134, dez. 2020.