Resenha: A democracia grega. Organização de Hélio Jaguaribe. Brasília, Editora da Universidade de Brasília, 1982. 149p.

  • Jacyntho José Lins Brandão Universidade Federal de Minas Gerais
  • Magda Guadalupe dos Santos PUC Minas
Palavras-chave: política, Grécia, democracia

Resumo

O volume é composto pelas cinco conferências e mesa redonda realizadas durante a "Semana da Grécia" — promovida em 1980 pela UnB e pelo Instituto de Estudos Políticos e Sociais — acrescidas de uma introdução geral ao tema e da Oração Fúnebre de Péricles, em tradução portuguesa. Procura-se dar ao leitor uma informação geral a respeito da democracia grega — o que se obtém principalmente através da leitura da referida introdução e do artigo "A Democracia de Péricles", assinados ambos por Hélio Jaguaribe — ao mesmo tempo em que aspectos singulares do assunto recebem tratamento específico. Este é o caso das palestras de autoria de José Cavalcante de Souza, Mário Vieira de Mello, Celso Lafer e Eudoro de Sousa, intitulados, respectivamente: "A polis como quadro institucional da cultura grega"; "A critica socráticoplatônica à democracia ateniense"; "Medida e desmedida: reflexões sobre as relações externas da polis e sobre o conflito Demóstenes e Filipe"; e "Paidéia". Segundo as palavras do próprio organizador do volume, esses trabalhos "constituem uma tentativa de apreciação crítica, a partír de uma perspectiva brasileira contemporânea, do grande experimento político da Grécia clássica", buscando, "a partir da literatura disponível, reinterpretar, criticamente, as principais idéias e ocorrências políticas daquele mundo, notadamente na sua expressão ateniense".
Publicado
1987-12-31