[1]
Gomes, F.H.C., Marcon, G.H. e Furlan, R. 2018. Mal-estar, autenticidade e religião em Charles Taylor. Memorandum: Memória e História em Psicologia. 35, (dez. 2018), 65-83. DOI:https://doi.org/10.35699/1676-1669.2018.6888.