[1]
P. C. Castelo Branco, “Família, fenomenologia e experiência religiosa na autobiografia de Edith Stein”, Memorandum, vol. 35, p. 224-227, dez. 2018.