Rotas franciscanas: registros conventuais na cartografia urbana europeia e brasileira no contexto da expansão ultramarina

  • Maria Angélica da Silva Universidade Federal de Alagoas
Palavras-chave: Cartografia urbana comparada, Franciscanismo, Arquitetura Conventual

Resumo

Os conventos franciscanos desempenharam um papel importante na história urbana europeia e brasileira. Este artigo acompanha o percurso destas casas utlizando mapas e imagens enquanto ferramentas metodológicas. Destaca-se o contexto medieval europeu mas também o da expansão ultramarina, quando se observa a migração dos seus modelos arquitetônicos para a colônia portuguesa na América. Demonstra também como nos tempos atuais no Brasil, estes conventos vêm perdendo suas áreas originais, visto o declínio das vocações religiosas e o adensamento urbano nos centros históricos onde se localizam. Também neste aspecto, o material iconográfico se mostrou fundamental para a comprovação desta assertiva.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BAZIN, Germain. A arquitetura religiosa barroca no Brasil. Volumes I e II. Rio de Janeiro: Editora Record, 1956.
BRAUNFELS, Wolfgang. Monasteries of Western Europe - the architecture of the orders.Londres: Thamesand Hudson, 1972.
FALBEL, Nachman. Os espirituais franciscanos. São Paulo: Perspectiva, 1995.
FREYRE, Gilberto. A Propósito de Frades.Salvador: Publicações da Universidade da Bahia, 1959.
LE GOFF, Jacques. Apostolatmendicant et fait urbaindansla France médiévale. In: Annales. Économies, Sociétés, Civilisations. Ano 23, N. 2, 1968.
LOPES, Fr. F. Félix. Colectânea de Estudos de História e Literatura – Fontes Históricas e Bibliografia Franciscana Portuguesa. Lisboa: Academia Portuguesa da História, 3v., 1990.
SCHENKLUHN, W. Architettura degli Ordini Mendicanti – Lo stile architettonico dei Domenicani e dei Francescani in Europa, Padova: Editora Francescane, 2003.
SILVA, Maria Angélica da , “Towards the West: how Franciscan convents drew urban places in Portugal”. In: X Conference Internationale d´Historie Européene, Ghent : European Association of Urban History, 2010.
Publicado
2019-12-20
Seção
Artigos