O câmon da lírica de Camões

  • Wilton Cardoso Faculdade de Letras da UFMG

Resumo

O tema, provavelmente pouco claro para os não familiarizados com a Literatura Portuguesa em geral e os estudos camonianos em particular, não é original nem se exprime com o intuito de dizer com palavras difíceis coisas que são medianamente simples. Pertence à problemática dos estudos a respeito de Luís de Camões e sua obra e se notabilizou assim mesmo, em expressão que veio a ser consagrada: o cânon da Lírica de Camões.

Referências

AUBREY F. G. Bell. Luis de Camões. Trad. port. de Antonio Álvaro Dória. Porto: Ed. Educação Nacional, 1936.

CAMPOS, Agostinho de. Antologia portuguesa. Camões Lírico. IV – Sonetos Escolhidos. Paris: Livraria Aillaud; Lisboa: Livraria Bertrand, 1923-1925.

CARDOSO, Wilton. O Mito Natércia na Lírica de Camões. Belo Horizonte: Kriterion, 1949.

CIDADE, Hernani. Luís de Camões. Obras Completas. Lisboa: Sá da Costa, 1946.

COUTO, Diogo do. Décadas, VIII. Lisboa: Régia Oficina Tipografia, 1786.

GÂNDAVO, Pero de Magalhães. História da Província de Santa Cruz a que vulgarmente chamam Brasil. Lisboa: Officina de Antonio Gonsalvez, 1576.

MOTA, Otoniel. Os Lusíadas de Luís de Camões. 4. ed. São Paulo; Rio de Janeiro: Caieiras, [s.d.].

ORTA, Garcia da. Colóquios dos simples e drogas e coisas medicinais da Índia. Goa: s.n. 1563.

PIMPÃO, Álvaro Júlio da Costa. Rimas. Coimbra: Acta Universitatis Conimbrigensis, 1953.

RODRIGUES, José Maria. A tese da Infanta nas Líricas de Camões. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1933-1934.

RODRIGUES, José Maria. Camões e a Infanta D. Maria. Separata do O Instituto, Coimbra, 1910.

RODRIGUES, José Maria; VIEIRA, Afonso Lopes. Lírica de Camões. Edição Crítica. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1932.

SALGADO JR., Antônio. Luís de Camões. Obra completa. Rio de Janeiro: Aguilar, 1963.

STORCK, Wilhelm. Luis de Camoens, Sämmitliche Gedichte. Padeborn: Schöningh, 1880-1885.

STORCK, Wilhelm. Vida e obras de Luís de Camões. Versão do original alemão anotada por Carolina Michaelis de Vasconcelos. Lisboa: Academia Real das Ciências, 1897.

VASCONCELOS, Carolina Michaëlis de. O Cancioneiro do Padre Ribeiro. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1924.

VASCONCELOS, Carolina Michaëlis. Estudos Camonianos II: O Cancioneiro do Padre Pedro Ribeiro. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1924.

VASCONCELOS, Carolina Michaëlis. O cancineiro Fernandes Tomás. Coimbra: Imprensa da Universidade, 1922.

VASCONCELOS, Carolina Michaëlis. O texto das Rimas de Camões e os apócrifos. Revista da Sociedade de Instrução do Porto, v. 2, p. 105-125, 1882.
Publicado
2016-04-18
Seção
Artigos