A FRENTE NEGRA BRASILEIRA: INSTITUCIONALIZAÇÃO, CONTESTAÇÃO E FASCISMO

  • Matheus Felipe Gomes Dias

Resumo

O presente trabalho busca observar a relação entre institucionalização, contestação e fascismo na Frente Negra Brasileira (FNB). Com base nisso, recorreu-se a bibliografias que buscam discutir essa temática, apresentando apontamentos e possibilitando uma análise crítica. Destarte, a análise da Frente Negra Brasileira, enquanto movimento social, não está de forma alguma desassociado do contexto social, político e ideológico na qual essa organização está inserida. Relacionando a luta contra o racismo, tendo como alvo a luta dentro da institucionalidade, a Frente Negra apresentou diversos paradoxos em seu período de existência. Por causa disso, o presente artigo concluiu que o fascismo no interior da Frente Negra não pode ser compreendido distante do seu contexto social e político, bem como da luta pela representação da “Gente Negra”.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-31
Seção
Artigos / Dossiê