A INTERSECCIONALIDADE DE CARLA AKOTIRENE E O MARXISMO: APONTAMENTOS CRÍTICOS A PARTIR DE MARX, LUKÁCS E CHASIN

  • Lucas Oliveira Maciel

Resumo

O presente trabalho visa trazer elementos que permitam uma crítica à noção de interseccionalidade como descrita por Carla Akotirene em seu O que é interseccionalidade?, obra em que tal conceito aparece simultaneamente enquanto método e instrumento de combate a metodologias coloniais. Nossa crítica tem por base o pensamento de Marx enquanto uma ontologia histórico-materialista e o de dois importantes nomes do marxismo , a saber, György Lukács e José Chasin, o que se mostra oportuno não só porque as reflexões marxianas e marxistas são úteis no confronto com a autora brasileira, mas porque esta as ataca explicitamente, o que procuramos rebater.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-12-31
Seção
Artigos / Dossiê