NÍVEL DE ESTRESSE PERCEBIDO EM ESTUDANTES DE ENFERMAGEM EM UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DO BRASIL

Autores

  • Maria Eduarda Ferreira Goulart Raulino Secretaria do Estado de Saúde de Santa Catarina, Programa Multiprofissional Saúde da Família e Comunidade, Florianópolis SC , Brasil, Secretaria do Estado de Saúde de Santa Catarina (BR), Programa Multiprofissional Saúde da Família e Comunidade. Florianópolis, SC - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-4504-486X
  • Monica Motta Lino Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Enfermagem, Florianópolis SC , Brasil, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Departamento de Enfermagem - Florianópolis, SC - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-0828-7969
  • Marina da Silva Sanes UFSC, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis SC , Brasil, UFSC, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Florianópolis, SC - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-2367-6148
  • Felipa Rafaela Amadigi Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Enfermagem, Florianópolis SC , Brasil, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Departamento de Enfermagem - Florianópolis, SC - Brasil. http://orcid.org/0000-0003-1480-1231
  • Maria Cristina Willemann UFSC, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva, Florianópolis SC , Brasil, UFSC, Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva. Florianópolis, SC - Brasil. http://orcid.org/0000-0002-0888-3421
  • André Lucas Maffissoni UFSC, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Florianópolis SC , Brasil, UFSC, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Florianópolis, SC - Brasil. http://orcid.org/0000-0001-8700-6787

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2021.44519

Palavras-chave:

Estresse Psicológico, Estudantes de Enfermagem, Ensino Superior, Educação em Enfermagem.

Resumo

Objetivo: identificar os níveis de estresse percebido em estudantes de graduação em Enfermagem em uma universidade pública no Sul do Brasil. Método: estudo descritivo, transversal, de abordagem quantitativa. Os dados foram coletados entre dezembro de 2018 e março de 2019, por meio de escala tipo Likert. Resultados: participaram do estudo 164 estudantes de Enfermagem de diferentes fases da graduação de uma instituição pública do Sul do país. Projetaram-se domínios a partir das questões da PSS-10, confluindo sentimentos positivos e negativos. Os estudantes, em geral, alcançaram nível médio de estresse percebido (25,4). Nos domínios positivos a média estabelecida foi de 1,8 e nos negativos foi de três. Os estudantes da segunda, quarta e sexta fases alcançaram níveis mais elevados na comparação com a média geral. Já os estudantes da nona fase obtiveram a menor média de estresse. Conclusão: a universidade não é a única fonte de estresse para os acadêmicos de Enfermagem, porém há de se considerar que os estressores estão presentes durante a formação. O nível de estresse é um indicador importante de saúde mental entre os acadêmicos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Silva RM, Goulart CT, Guido LA. Historical evolution of the stress concept. Rev Cient Sena Aires. 2018[citado em 2020 ago. 25];7(2):148-56. Disponível em: http://revistafacesa.senaaires.com.br/index.php/revisa/article/viewFile/316/225

Macedo ABT, Antoniolli L, Dornelles TM, Hansel LA, Tavares JP, Souza SBC. Estresse psicossocial e resiliência: um estudo em profissionais da Enfermagem. Rev Enferm UFSM. 2020[citado em 2020 ago. 25];10(250):1-17. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/212391/001114886.pdf?sequence=1&isAllowed=y

Vieira MTS, Lessa IS, Luiz FS, Santos KB, Matos FAPS, Carbogim FC. Distresse e bem-estar psicológico em estudantes da graduação em Enfermagem do Brasil e Portugal. Rev Enferm Centro-Oeste Min. 2019[citado em 2020 ago. 25];9(3453):1-8. Disponível em: http://seer.ufsj.edu.br/index.php/recom/article/ view/3453/2270

Labrague L, Petitte DMM, Papathanasiou LV, Edet OB, Tsaras K, Christos KF, et al. A cross-country comparative study on stress and quality of life in nursing students. Perspect Psychiatr Care. 2017[citado em 2020 ago. 25];54(4):469-76. Disponível em: https://onlinelibrary.wiley.com/doi/epdf/10.1111/ppc.12248

Simonelli-Muñoz AJ, Balanza S, Caravaca JMR, Vera-Catalán T, Lorente AM, Galego-Gómez JL. Reliability and validity of the student stress inventory-stress manifestations questionnaire and its association with personal and academic factors in university students. Nurse Educ Today. 2018[citado em 2020 ago. 25];64:156-60. Disponível em: https://linkinghub.elsevier.com/retrieve/pii/S0260-6917(18)30091-1

Suen WQ, Lim S, Wang We, Kowitlawakul Y. Stressors and expectations of undergraduate nursing students during clinical practice in Singapore. Int J Nursing Practice. 2016[citado em 2020 ago. 25];22:574-83. Disponível em: https://doi.org/10.1111/ijn.12473

Luft CDB, Sanches SO, Mazo GZ, Andrade A. Brazilian version of the Perceived Stress Scale: translation and validation for the elderly. Rev Saúde Pública. 2007[citado em 2020 ago. 25];41(4):606-15. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rsp/v41n4/5932.pdf

Fernandez R, Ham-Baloyi WT, Mutair AA, Lapkin S, Moxham L, Tapsell A. Similarities and differences in well-being between Australian, Saudi Arabian and South African pre-registration nursing students. Collegian. 2020[citado em 2020 ago. 25];27(4):416-21. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1322769619303877

Ahn YH, Choi J. Incivility experiences in clinical practicum education among nursing students. Nurse Educ Today. 2019[citado em 2020 ago. 25];73:48-53. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0260691718302272?via%3Dihu

Hoek CV, Portzky M, Franck E. The influence of socio-demographic factors, resilience and stress reducing activities on academic outcomes of undergraduate nursing students: A cross-sectional research study. Nurse Education Today. 2019[citado em 2020 agosto 25];72:90-6. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0260691718308797?via%3Dihub.

Goleman D. Inteligência Emocional: a teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente. Rio de Janeiro: Objetiva; 1997.

Mussi FC, Pires CGS, Carneiro LS, Costa ALS, Ribeiro FMSS, Santos AF. Comparison of stress in freshman and senior nursing students. Rev Esc Enferm USP. 2019[citado em 2020 ago. 25];53:e03431. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reeusp/v53/1980-220X-reeusp-53-e03431.pdf

Universidade Federal de Santa Catarina. Plano Pedagógico Enfermagem. Florianópolis: UFSC; 2018[citado em 2020 ago. 25]. Disponível em: https://enfermagem.ufsc.br/plano-pedagogico-do-curso/

Cestari VRF, Barbosa IV, Florencio RS, Pessoa VLMP, Moreira TMM. Stress in nursing students: study on sociodemographic and academic vulnerabilities. Acta Paul Enferm. 2017[citado em 2020 ago. 25];30(2):190-6. Disponível em: https://media.proquest.com/media/hms/PFT/1/n7L12?_s=j2ubDL9YtMclGTv8swei9wqwwKU%3D

Bosso LO, Silva RM, Costa ALS. Biosocial-academic profile and stress in first- and fourth-year nursing students. Invest Educ Enferm. 2017[citado em 2020 ago. 25];35(2):131-8. Disponível em: http://www.scielo.org.co/pdf/iee/v35n2/2216-0280-iee-35-02-00131.pdf

Costa MAR, Oliveira JLC, Souza VS, Inoue KC, Reis GAX, Matsuda LM. Associação entre estresse e variáveis sociodemográficas em estudantes de Enfermagem de uma Instituição do Paraná. Rev Enferm UFJF. 2016[citado em 2020 ago. 25];2(1):9-19. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/enfermagem/article/view/3837/1592

Carvalho EC, Oliveira-kumakura ARS, Morais SCRV. Clinical reasoning in nursing: teaching strategies and assessment tools. Rev Bras Enferm. 2017[citado em 2020 ago. 25]; 70(3):662-8. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reben/v70n3/pt_0034-7167-reben-70-03-0662.pdf

Hirsch CD, Barlem ELD, Tomaschewski-Barlem JG, Lunardi VL, Oliveira ACC. Preditores do estresse e estratégias de coping utilizadas por estudantes de Enfermagem. Acta Paul Enferm. 2015[citado 2020 maio 28];28(3):224-9. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ape/v28n3/1982-0194-ape-28-03-0224.pdf

Brito MCC, Araújo RMVC, Dias MCA, Silva LCC, Rodrigues PV, Moita MP. Análise da ocorrência de estresse entre estudantes de Enfermagem. Enferm Foco. 2019[citado em 2020 ago. 25];10(6):70-8. Disponível: http://biblioteca.cofen.gov.br/wp-content/uploads/2020/06/An%C3%A1lise-da-ocorr%C3%AAncia-de-estresse-entre-estudantes-de-enfermagem.pdf

Silva KKM, Martino MMF, Bezerra CMB, Souza AML, Silva DM, Nunes JT. Estresse e qualidade do sono em alunos de graduação em Enfermagem. Rev Bras Enferm. 2020[citado em 2020 ago. 25];73(Suppl.1):e20180227. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/reben/v73s1/pt_0034-7167-reben-73-s1-e20180227.pdf

Sahu M, Gandhi S, Sharma MK, Marimuthu P. Perceived stress and resilience and their relationship with the use of mobile phone among nursing students. Invest Educ Enferm. 2019[citado em 2020 ago. 25];37(7):e05. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/pmid/31830403/

Publicado

16-08-2021

Como Citar

1.
Raulino MEFG, Lino MM, Sanes M da S, Amadigi FR, Willemann MC, Maffissoni AL. NÍVEL DE ESTRESSE PERCEBIDO EM ESTUDANTES DE ENFERMAGEM EM UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DO BRASIL. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 16º de agosto de 2021 [citado 25º de maio de 2024];25(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/44519

Edição

Seção

Pesquisa

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)