MODELOS DE GESTÃO EM ENFERMAGEM NA SAÚDE MENTAL: SCOPPING REVIEW

Autores

  • Ingredy Nayara Chiacchio Silva
  • Gilberto Tadeu Reis da Silva
  • Monique Santos Santana
  • Deybson Borba de Almeida
  • Simone Coelho Amestoy
  • Virgínia Ramos dos Santos Souza
  • Rebeca Maria Oliveira de Góis
  • José Luís Guedes dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2021.44547

Palavras-chave:

Saúde Mental, Gestão em Saúde, Enfermagem, Enfermagem Psiquiátrica, Salud Mental, Gestión en Salud, Enfermería, Enfermería Psiquiátrica, Mental Health, Health Management, Nursing, Psychiatric Nursing

Resumo

Objetivo: este estudo tem como objetivo mapear as evidências científicas disponíveis sobre modelos de gestão de Enfermagem na saúde mental. Método: Scoping Review realizada nas bases de dados MEDLINE via PubMed e CINAHL via EBSCO, no Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD) e na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Resultados: a amostra final foi de oito estudos e a partir da análise destes construiu-se uma síntese qualitativa dando origem a duas categorias: modelos de gestão aproximados de teorias administrativas tradicionais, normativas e prescritivas; e modelos de gestão aproximados de estilos gerenciais inovadores, participativos e centrados nas pessoas. Conclusão: os modelos identificados se aproximaram de uma gestão voltada para teorias administrativas tradicionais e autocráticas, que privilegiam atividades administrativas e burocráticas, assim como uma liderança autoritária. Constatou-se, no entanto, que as transformações impulsionadas pela Reforma Psiquiátrica no Brasil e no mundo e o redirecionamento do cuidado em saúde mental, com políticas de humanização e valorização do usuário, aceleraram a transição desses modelos para uma gestão mais participativa, com foco no cuidado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Soares MI, Camelo SHH, Resck ZMR, Terra FS. Saberes gerenciais do enfermeiro no contexto hospitalar. Rev Bras Enferm. 2016[citado em 2020 ago. 15];69(4):647-83. Disponível em: https://www.google.com/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&source=web&cd=&ca-d=rja&uact=8&ved=2ahUKEwiM5oCuioHzAhW_rJUCHRhUABQ-QFnoECAMQAQ&url=https%3A%2F%2Fwww.scielo.br%2Fscielo.php%3Fpid%3DS0034-71672016000400676%26script%3Dsci_arttext&usg=AOvVaw35RHPm3HM1ZuF0u556Dy7M

Ferreira GE, Dall’Agnol CM, Porto AR. Repercussões da proatividade no gerenciamento do cuidado: percepções de enfermeiros. Escola Anna Nery Rev Enferm. 2016[citado em 2020 ago. 22]8;(3):e20160057. Disponível em: doi:10.5935/1414-8145.20160057

Flodgren G, Rojas-Reyes MX, Cole N, Foxcroft DR. Effectiveness of organisational infrastructures to promote evidence-based nursing practice. Cochrane. 2012[citado em 2020 ago. 25];15(2). Disponível em: doi:10.1002/14651858

Soares CA, Souza LB, Tabosa LS, Queiroz VV. A gestão do trabalho no campo da saúde mental: desafios e possibilidades. Cadernos ESP. 2015[citado em 2020 set. 02];9(1):9-18. Disponível em: https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/87

Moreira, RM, Rocha, KB. O trabalho na gestão dos serviços substitutivos de saúde mental: aproximações entre Saúde Coletiva, Saúde Mental e Psicanálise. Physis (Rio J). 2019[citado em 2020 set. 03];29(2):e290216. Disponível em: doi: 10.1590/s0103-73312019290216

Peters MDJ, Godfrey C, McInerney P, Munn Z, Tricco AC, Khalil, H.: Scoping Reviews. In: Aromataris E, Munn Z. JBI Manual for Evidence Synthesis. Adelaide (AU): JBI; 2020[citado em 2020 jun. 02]. Chapter 11. Disponível em: https://wiki.joannabriggs.org/display/MANUAL/Chapter+11%3A+Scoping+reviews

E-Morris, M., Caldwell, B., Mencher KJ, Grogan K, Judge-Gorny, M., Patterson, Z. McQuaide T. Nurse-directed care model in a psychiatric hospital: a model for clinical accountability. Clin Nurse Spec. 2010[citado em 2020 jul.03];24(3):154-60. Disponível em: doi: 10.1097/NUR.0b013e3181d82b6c

Modelos de gestão em Enfermagem na saúde mental: Scopping ReviewDOI: 10.5935/1415-2762-20210050REME • Rev Min Enferm. 2021;25:e-1402

Blegen NE, Severinsson E. Leadership and management in mental health nursing. J Nurs Manag. 2011[citado em 2020 jul.03];19(4):487-97. Disponível em: doi:10.1111/j.1365-2834.2011.01237.x

Holm AL, Severinsson E. The role of the mental health nursing leadership. J Nurs Manag. 2010[citado em 2020 jul.03];18(4):463-71. Disponível em: doi:10.1111/j.1365-2834.2010.01089.x

Bramante, MCS. A atuação do enfermeiro em Centro de Atenção Psicossocial: contribuições à formação do enfermeiro para atuar na Política de Saúde Mental Belo Horizonte [dissertação]. Belo Horizonte: Centro Universitário UNA, Instituto de Educação Continuada, Pesquisa e Extensão; 2013.

Bertoncello, NMF, Franco FCP. Estudo bibliográfico de publicações sobre a atividade administrativa da Enfermagem em saúde mental. Rev Latino-Am Enferm. 2001[citado em 2020 jul. 05];9(5):83-90. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rlae/a/h63tBrDSmbMWLnsQpJGwVwf/abstract/?lang=pt

Jinks AM, Chalder G. Consensus and diversity: an action research study designed to analyse the roles of a group of mental health consultant nurses. J Clin Nurs. 2007[citado em 2020 jul. 07];16(7):1323-32. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/17584351/

Silveira, MR, Alves, M. O enfermeiro na equipe de saúde mental: o caso do CERSAMS de Belo Horizonte. Rev Latino-Am Enferm. 2003[citado em 2020 jul. 10];11(5):645-51. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rlae/a/TQCMp7jP5RqRpYHRY3FrTXv/abstract/?lang=pt

Castro, TM. Atuação do enfermeiro em Centro de Atenção Psicossocial [dissertação]. Ribeirão Preto: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto; 2007.

Lorenzetti J, Oro J, Matos E, Gelbcke FL. Organização do trabalho da Enfermagem hospitalar: abordagens na literatura. Texto Con-texto Enferm. 2014[citado em 2020 nov. 20];23(4):1104-12. Dis-ponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pi-d=S0104-07072014000401104&lng=en

Halcomb EJ, Ashley C. Are Australian general practice nurses underutilised?: An examination of current roles and task satisfaction. Faculty of Science, Medicine and Health. 2020[citado em 2020 out. 20];26(5):522-7. Disponível em: https://ro.uow.edu.au/smhpapers1/1021/?utm_source=ro.uow.edu.au%2Fsmhpapers1%-2F1021&utm_medium=PDF&utm_campaign=PDFCoverPages

Coutinho AF, Medeiros HA, Andrade LDF, Ribeiro LCS. Gestão em Enfermagem de pessoal na Estratégia Saúde da Família. Rev Enferm UFPE. 2019[citado em 2021 abr. 11];13(1):137-47. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/237019

Oliveira DI, Alencar FC, Reis LC, Viana MFB, Oliveira ARC. Reforma Psiquiátrica Brasileira e suas influências Europeia e Norte Americanas. Rev Pan-Amazônica Saúde. 2020[citado em 2020 out. 28];334-54. Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/amazonica/article/view/7776

Silva, JS, Hellany, Ribeiro, KP, Fernandes, MA, Rocha, DM. O cuidar de Enfermagem em saúde mental na perspectiva da reforma psiquiátrica. Enferm foco. 2020[citado em 2020 out. 20];11(1):170-5. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/2743/0

Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). Resolução Nº 0599/2018 Norma Técnica para Atuação da Equipe de Enfermagem em Saúde Mental e Psiquiatria. 2018[citado em 2020 ago. 29]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resolucao-cofen-no-599-2018_67820.html

Souza J. Ações de saúde mental e o trabalho do enfermeiro. Rev Bras Enferm. 2020[citado em 2021 abr. 11];73(1):e20190376. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S00341672020001300183&lngen.

Penedo RM, Gonçalo CS, Queluz, DP. Gestão compartilhada: percepções de profissionais no contexto de Saúde da Família. Interface (Botucatu). 2019[citado em 2020 ago. 18]:23:e170451. Disponível em: https://interface.org.br/publicacoes/gestao-compartilhada-percepcoes-de-profissionais-no-contexto-de-saude-da-familia/

Santos ST, Lima FAC. Interfaces da política nacional de humanização de assistência à saúde de pessoas com transtorno mental. Rev Iberoam Educ Invest Enferm. 2017[citado em 2021 abr. 11];7(3):65-77. Disponível em: https://www.enfermeria21.com/revistas/aladefe/articulo/261/interfaces-da-politica-nacional-de-humanizacao-de-assistencia-a-saude-de-pessoas-com-transtorno-mental/

Ministério da Saúde (BR). Secretaria de Atenção à Saúde. Política Nacional de Humanização. HumanizaSUS: documento base para gestores e trabalhadores do SUS. Brasília (DF): MS; 2010[citado em 2020 out. 27]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/humanizasus_documento_gestores_trabalhadores_sus.pdf

Furtado FAB, Martins ELMC, Mesquita LKM, Mendonça JRB, Oliveira ALX, Silva MRS, et al. Gestão compartilhada no contexto da saúde mental. Braz J Business. 2020[citado em 2020 out. 27];2(3):2464-72. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BJB/article/view/14497

Santos, EO, Eslabão, AD, Kantorski, LP, Pinho, LB. Práticas de Enferma-gem em um centro de atenção psicossocial. Rev Bras Enferm. 2020[citado em 2020 out. 20];73(1):e20180175. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/WDf4zddCtmJXWqSPqFBfvPk/?lang=pt&format=pdf

Moreira RM, Rocha KB. O trabalho na gestão dos serviços substitutivos de saúde mental: aproximações entre Saúde Coletiva, Saúde Mental e Psicanálise. Physis (Rio J.). 2019[citado em 2020 out. 25];29(2)e290216. Disponível em: https://www.scielo.br/j/physis/a/ZpMx3rDVMdKFWJpBWttCsMH/?lang=pt

Publicado

01-01-2021

Como Citar

1.
Silva INC, Silva GTR da, Santana MS, Almeida DB de, Amestoy SC, Souza VR dos S, Góis RMO de, Santos JLG dos. MODELOS DE GESTÃO EM ENFERMAGEM NA SAÚDE MENTAL: SCOPPING REVIEW. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 1º de janeiro de 2021 [citado 13º de junho de 2024];25(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/44547

Edição

Seção

Revisão

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)