REPERCUSSÕES DA COVID-19 NA SAÚDE DE MULHERES E CRIANÇAS NA PERSPECTIVA DA VULNERABILIDADE

Autores

  • Maíra Rossetto
  • Tassiana Potrich
  • Joice Moreira Schmalfuss
  • Vanessa Vitória Kerkoff
  • Joslaine Bicicgo Berlanda
  • Crhis Netto de Brum

DOI:

https://doi.org/10.35699/2316-9389.2021.44558

Palavras-chave:

Saúde da Criança, Saúde da Mulher, Coronavírus, Isolamento Social, Vulnerabilidade em Saúde, Salud del Niño, Salud de la Mujer, Aislamiento Social, Vulnerabilidad en Salud, Child Health, Women's Health, Social Isolation, Health Vulnerability

Resumo

Objetivo: descrever as repercussões da COVID-19 na saúde de mulheres e crianças. Trata-se de um relato de experiência vivenciada pelas autoras cuja interpretação de dados secundários ocorreu mediante subjetividade e análise reflexiva crítica pautada à luz do referencial teórico da vulnerabilidade. Descrição da experiência: evento organizado por duas ligas acadêmicas vinculadas a uma instituição de ensino superior federal do oeste catarinense para debater sobre as repercussões da COVID-19 na saúde da mulher e da criança. Participaram sete profissionais das áreas da Enfermagem, Medicina e Direito e cerca de 250 pessoas, majoritariamente acadêmicos da Enfermagem e da Medicina. Constataram-se diversas vulnerabilidades envolvendo as dimensões individual, social e programática de mulheres e crianças, com consequências biológicas, comportamentais, emocionais, culturais, sociais, econômicas e/ou políticas. Considerações finais: o evento proporcionou a possibilidade de discutir sobre o surgimento de uma pandemia durante a formação de médicos e enfermeiros, com a possibilidade de conhecer as repercussões desta na saúde de mulheres e crianças, acarretando significativas mudanças nas práticas de cuidado a esses públicos. As reflexões suscitadas mostraram o quanto a COVID-19 aproximou mulheres e crianças das situações de vulnerabilidade e como essas populações carecem de atenção e cuidado considerando-se as três dimensões analisadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Dias E, Pinto FCF. A educação e a Covid-19. Ensaio Aval Pol Públ Educ. 2020[citado em 2020 out. 12];128(108):545-54. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s0104-40362019002801080001

Ministério da Saúde (BR). COVID-19 e a saúde da criança e do adolescente. Instituto Nacional da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz). 2020[citado em 2021 maio 24]. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/documento/covid-19-e-saude-da-crianca-e-do-adolescente

Souza ASR, Souza GFA, Praciano GAF. A saúde mental das mulheres em tempos da COVID-19. Rev Bras Saúde Mater Infant. 2020[citado em 2021 maio 24];20(3):663-5. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1806-93042020000300001

Ayres JR, Castellanos MEP, Baptista TWF. Entrevista com José Ricardo Ayres. Saúde Soc. 2018[citado em 2020 set. 13];27(1):51-60. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s0104-12902018000002

Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). A luta contra o coronavírus tem o rosto de mulheres. 2020[citado em 2020 out. 22]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/a-luta-contra-o-coronavirus-tem-o-rosto-de-mulheres_79476.html

Hernandes ESC, Vieira L. A guerra tem rosto de mulher: trabalhadoras da saúde no enfrentamento à Covid-19. Associação Nacional dos Especialistas em Políticas Públicas e Gestão Governamental. 2020[citado em 2020 abr. 17]. Disponível em: http://anesp.org.br/todas-as-noticias/2020/4/16/a-guerra-tem-rosto-de-mulher-trabalhadoras-da-sade-no-enfrentamento-covid-19

Farias MN, Leite Junior JD. Vulnerabilidade social e COVID-19: Considerações a partir da terapia ocupacional social. Scielo Preprints. 2020[citado em 2020 out. 23]. Disponível em: https://doi.org/10.1590/SciELOPreprints.494

Christoffel MM, Gomes ALM, Souza TV, Ciuffo LL. A (in)visi-bilidade da criança em vulnerabilidade social e o impacto do novo coronavírus (COVID19). Rev Bras Enferm. 2020[citado em 2020 jun. 29];73(2):e20200302. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0302

Ghosh R, Dubey MJ, Chatterjee S, Dubey S. Impact of COVID-19 on children: special focus on psychosocial aspect. Minerva Pediatr. 2020[citado em 2020 jun. 30];72(3):226-35. Disponível em: 10.23736 / S0026-4946.20.05887-9

Deslandes SF, Coutinho T. O uso intensivo da internet por crianças e adolescentes no contexto da COVID-19 e os riscos para violências autoinflingidas. Ciênc Saúde Colet. 2020[citado em 2020 set. 30];25(1):2479-86. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232020256.1.11472020

Rodrigues A. Ligue 180 registra aumento de 36% em casos de violência contra mulher: isolamento social e quarentena podem ser responsáveis por aumento. Agência Brasil. 2020[citado em 2020 set. 16]. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2020-05/ligue-180-registra-aumento-de-36-em-casos-de-violencia-contra-mulher

Araújo R. Sancionada lei de combate à violência doméstica durante pandemia. Agência Brasília. 2020[citado em 2020 set. 13]. Disponível em: https://www.camara.leg.br/noticias/674399-sancionada-lei-de-combate-a-violencia-domestica-durante-pandemia

Vieira PR, Garcia LP, Maciel ELN. Isolamento social e o aumento da violência doméstica: o que isso nos revela? Rev Bras Epidemiol. 2020[citado em 2020 set. 19];23:e200033. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1980-549720200033

Marques ES, Moraes CL, Hasselmann MH, Deslandes SF, Reichenheim ME. A violência contra mulheres, crianças e adolescentes em tempos de pandemia pela COVID-19: panorama, motivações e formas de enfrentamento. Cad Saúde Pública. 2020[citado em 2020 abr. 30];36(4):e00074420. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102-311x0007442015.

Ministério da Saúde (BR). Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente. Atenção ao recém-nascido em tempos de pandemia de COVID-19: recomendações para a sala de parto. 2020[citado em 2021 jul. 29]. Disponível em: https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/atencao-recem-nascido/atencao-ao-recem-nascido-em-tempos-da-pandemia-de-covid-19-recomendacoes-para-a-sala-de-parto/

Publicado

01-01-2021

Como Citar

1.
Rossetto M, Potrich T, Schmalfuss JM, Kerkoff VV, Berlanda JB, Brum CN de. REPERCUSSÕES DA COVID-19 NA SAÚDE DE MULHERES E CRIANÇAS NA PERSPECTIVA DA VULNERABILIDADE. REME Rev Min Enferm. [Internet]. 1º de janeiro de 2021 [citado 22º de junho de 2024];25(1). Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/reme/article/view/44558

Edição

Seção

Relato