[1]
A. S. de M. C. Matos, “Utopias, distopias e o jogo da criação de mundo”s, Revista da UFMG, vol. 24, nº 1 e 2, p. 40-59, maio 2018.