https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/issue/feed Perspectiva Pictorum 2022-06-18T08:26:34-03:00 Magno Moraes Mello - Rangel Cerceau Netto revista.perspectivapictorum@gmail.com Open Journal Systems <p>A Revista Perspectiva Pictorum é um periódico de Artes e Cultura que recebe contribuições de diversas linguagens artisticas que se fundamenta nas mediações discursivas do campo de Artes e subáreas como história da arte, ensino de artes e das artes visuais . O nosso objetivo é proporcionar um espaço de divulgação e debate de trabalhos acadêmicos envolvendo a área de artes e suas diferentes linguagens em conexões a outros campos de conhecimento. O periódico contempla a área de artes e as subáreas como a comunicação, história da arte, design, artes plásticas e Visuais a filosofia da arte e o restauro arquitetônico e pictórico.</p> https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/40178 REVISTA COMPLETA (V.1,N.1) 2022-06-18T04:33:43-03:00 Rangel Cerceau Netto cerceaup@gmail.com <p>Revista Completa - Edição contendo os artigos em formato de livro.&nbsp;</p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Rangel Cerceau Netto https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/40176 EXPEDIENTE 2022-06-18T03:40:23-03:00 Rangel Cerceau Netto cerceaup@gmail.com <p>Informações sobre financiadores, pareceristas e editores da Revista.</p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Rangel Cerceau Netto https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/40177 EDITORIAL (V.1, N.1) DOSSIÊ ARTES E ARQUITETURA EM CONEXÕES ATLÂNTICAS: IMPRESSÕES, DESAFIOS E PESQUISAS 2022-06-18T04:00:52-03:00 Rangel Cerceau Netto cerceaup@gmail.com Magno Moraes Mello magnomello@gmail.com <p>Apresentação sobre a revista e o Dossiê Temático&nbsp;</p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Rangel Cerceau Netto; Magno Moraes Mello https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/37897 ENTRE HISTÓRIA, ARTE, LITURGIA E DEVOÇÃO: UM POSSÍVEL PERCURSO NARRATIVO DO ANTIGO RECOLHIMENTO DE SANTA TERESA EM SÃO PAULO 2022-01-28T13:20:46-03:00 Karin Philippov philippov@uol.com.br <p><strong>RESUMO:</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong>O Antigo Recolhimento de Santa Teresa, construído em 1685, pelo arquiteto e escravo alforriado Tebas e por iniciativa de Lourenço Castanho Taques e seu irmão Pedro Taques de Almeida, com autorização do bispo carioca, D. José de Barros de Alarcão possui uma longa história. Construído para abrigar mulheres que tivessem certas posses e instrução, além de mulheres de má reputação ou consideradas desobedientes, o estabelecimento religioso funciona como instituição religiosa até o início do século XX, quando Dom Duarte Leopoldo e Silva ordena sua demolição, no ano de 1917, atendendo ao programa de reformas urbanísticas que o antigo centro da cidade de São Paulo passava, nesse momento. Dentro de sua longa história, constitui interesse compreender o conjunto de quatorze pinturas, sendo dez Doutores da Igreja e quatro Evangelistas, além de um imenso crucifixo em madeira policromada do século XVIII, que pertenceram ao Antigo Recolhimento e que hoje integram o acervo do Museu de Arte Sacra de São Paulo. Sobre os três conjuntos de pinturas supramencionados, a documentação do Museu de Arte Sacra de São Paulo atribui dez pinturas ao Frei e artista ituano Jesuíno do Monte Carmelo e quatro, a Jorge José Eduardo Vedras. Pretende-se analisar os três conjuntos e o crucifixo à luz de seu pertencimento ao Antigo Recolhimento, a fim de compreender sua história, bem como a (re)construção de sua narrativa histórica, em seu percurso e usos. Visa-se aprofundar discussões acerca do patrimônio disperso e estabelecer interlocuções com outros pesquisadores.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>PALAVRAS-CHAVE: </strong>Recolhimento de Santa Teresa; percurso narrativo; Museu de Arte Sacra de São Paulo</p> <p><strong>ABSTRACT:</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong></p> <p>The Old Retreat of Saint Teresa, built in 1685, by architect and manumit Tebas following the initiative from Lourenço Castanho Taques and his brother Pedro Taques de Almeida, through authorization conceded by Carioca Bishop José de Barros de Alarcão, holds a long history. Built in order to shelter women who had certain patrimony and instruction, besides bad reputation and considered disobedient women, the religious building works as an institution until the beginning of the twentieth century, when Archbishop Duarte Leopoldo e Silva determines its demolishing in the year of 1917, following the urbanistic reform program which the old São Paulo downtown was going through, at that moment. Within its long history, one takes interest in comprehending the set of fourteen paintings, constituted by ten Fathers of the Church and four Evangelists, besides a huge eighteenth-century polychromed wooden crucifix, which belonged to the Old Retreat and now integrate the Sacred Art Museum of São Paulo collection. Regarding the three above mentioned sets of paintings, the documentation of the Sacred Art Museum of São Paulo attributes ten paintings to Friar and Ituano artist Jesuíno do Monte Carmelo and four to Jorge José Eduardo Vedras. The present study intends to analyze both sets of paintings and the crucifix considering their belonging to the Old Retreat, in order to comprehend its history, as well as the reconstruction of its historic narrative, in its route and usages. One also aims at deepening discussion about the dispersed patrimony and establishing interlocution with other researchers.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>KEYWORDS: </strong>Retreat of Saint Teresa; narrative route; Sacred Art Museum of São Paulo</p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Karin Philippov https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/38120 UMA TEURGIA ARTÍSTICA: A IDEA DEL TEMPIO DELLA PITTURA DE GIOVANNI PAOLO LOMAZZO (1590) 2022-02-07T17:57:08-03:00 Thainan Noronha de Andrade thainan.noronha@outlook.com <p><strong>RESUMO</strong></p> <p>Publicado em 1590, <em>Idea del tempio della pittura</em> de Giovanni Paolo Lomazzo (1538-1592) emerge como uma obra de grande importância dentro da teoria da arte do século XVI, sendo o primeiro tratado italiano sobre a pintura a integrar a filosofia oculta renascentista como seu plano de fundo conceitual. O presente artigo discute o contato de Lomazzo com estes princípios filosóficos e como foram adaptados. Em seu Templo alegórico da pintura, o autor reúne uma série de conceitos responsáveis por fundamentar a operação pictórica: a origem divina da pintura; a diversidade de estilos, representada pelos governadores da pintura, os quais, por sua vez, são personificações de influências planetárias; o conceito de <em>Ideia</em>, segundo o qual a concepção artística ocorre na imaginação do artista, cuja representação visível é uma mera manifestação de um conceito transcendente; a expressão dos movimentos da alma enquanto método que visa atrair forças cósmicas e provocar fascinação no observador, transformando a imagem em uma espécie de talismã; e a concepção neoplatônica de imagem, segundo a qual a beleza material apresentada pela obra de arte tem uma função de elevação espiritual. Unificando tais ideias, Lomazzo contribuiu para valorização da pintura enquanto atividade intelectual, situando-se em um contexto mais amplo, caracterizado pela difusão da filosofia neoplatônica nas ideias estéticas do século XVI.</p> <p>&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>ABSTRACT</strong></p> <p><strong>&nbsp;</strong>Published in 1590, Giovanni Paolo Lomazzo’s (1538-1592) <em>Idea del tempio della pittura</em> emerge as a work of major importance within 16th century art theory, being the first Italian treatise about painting to integrate the Renaissance occult philosophy as its conceptual framework. This study discusses Lomazzo’s contact with these philosophical principles and how they were adapted. In his allegorical Temple of painting, the author gather a series of concepts responsible to ground the pictorial operation: painting’s divine origin; the diversity of styles, represented by the governors of painting, which, in turn, are personifications of planetary influences; the concept of I<em>dea</em>, according to which the artistic conception occurs in the artist’s imagination, whose visible representation is nothing but a manifestation of a transcendent concept; the expression of the soul’s movements as a method of attracting cosmic forces and inducing fascination on the viewer, transforming the image into a kind of talisman; and the Neoplatonic concept of image, according to which material beauty presented by the art work has a function of spiritual elevation. Unifying such ideas, Lomazzo contributed to the valuation of painting as an intellectual activity, standing in a wider context, characterized by the diffusion of Neoplatonic philosophy in the aesthetic ideas of the 16th century.</p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Thainan Noronha de Andrade https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/37785 OS LEONARDIANOS: DEBATES ACERCA DA IMPORTÂNCIA HISTÓRICA DA ARTE LOMBARDA RENASCENTISTA EM MILÃO NO SÉCULO XVI* 2022-01-15T12:40:37-03:00 Sara Jesus sarastatiane22@gmail.com <p><strong>RESUMO</strong></p> <p><strong> </strong>Pretende-se analisar a trajetória artística de um grupo de pintores que tiveram suas obras inspiradas por Leonardo Da Vinci (1452-1519), sendo alguns deles: Giovanni Ambrogio de Predis (1455-1508), Francesco Melzi (1491-1570), Salaí (1480-1524), Bernado Luini (1482-1532), Marco d’Oggiono (1470-1549), Giovanni Boltraffio (1467-1516), Bernardo Zenale (1455-1530). Para que assim, possamos problematizar o percurso artístico desses pintores para com sua produção, tendo Leonardo Da Vinci como parâmetro estético e conceitual, porém, verificando em suas produções as diversas interpretações de cada artista para aquilo que ele entendia, compreendia e pensava do que era a arte no contexto da época. Tendo em vista que, muitos desses artistas viveram a sombra de Leonardo, e somente foram atribuídos a eles obras que foram consideradas como: “copias” e “plágios”, surgiu a necessidade, de compreender e problematizar o fazer artístico. Assim como, vislumbrar e repensar as inúmeras releituras que podem ser feitas de um mesmo ponto. Não obstante, acreditamos que o Leonardismo milanês foi muito mais que um movimento artístico copista, devido a sua relevância histórica, tendo em vista que o ambiente milanês, reagiu às propostas introduzidas e desenvolvidas pelos artistas lombardos com grande intensidade, “que transformou o Leonardismo no fenômeno mais representativo da cultura artística milanesa das primeiras décadas do século XVI”<a href="#_ftn1" name="_ftnref1">[1]</a></p> <p><strong>PALAVRAS-CHAVES:</strong> Lombardos, Leonardo Da Vinci, Milão.</p> <p><strong> </strong></p> <p><strong>THE LEONARDIANS: DEBATES ABOUT THE HISTORICAL IMPORTANCE OF LOMBARDIAN RENAISSANCE ART IN MILAN IN THE 16TH CENTURY</strong></p> <p><strong> </strong><strong>ABSTRACT</strong></p> <p><strong> </strong>It is intended to analyze the artistic trajectory of a group of painters whose works were inspired by Leonardo Da Vinci (1452-1519), some of them being: Giovanni Ambrogio de Predis (1455-1508), Francesco Melzi (1491-1570), Salaí (1480-1524), Bernardo Luini (1482-1532), Marco d'Oggiono (1470-1549), Giovanni Boltraffio (1467-1516), Bernardo Zenale (1455-1530). So that we can problematize the artistic path of these painters towards their production, having Leonardo Da Vinci as an aesthetic and conceptual parameter, however, verifying in their productions the different interpretations of each artist for what he understood, understood and thought of what he was. art in the context of the time. Considering that many of these artists lived in Leonardo's shadow, and only works that were considered as: "copies" and "plagiarism" were attributed to them, the need arose to understand and problematize the artistic making. As well as, glimpse and rethink the countless re-readings that can be made from the same point. Nevertheless, we believe that Milanese Leonardism was much more than a copyist artistic movement, due to its historical relevance, given that the Milanese environment reacted to the proposals introduced and developed by Lombard artists with great intensity, “which transformed Leonardism into the most representative phenomenon of Milanese artistic culture of the first decades of the 16th century”.</p> <p><strong>KEYWORDS:</strong> Lombards, Leonardo Da Vinci, Milan.</p> <p><a href="#_ftnref1" name="_ftn1">[1]</a> BATTTAGLIA, Roberta. <strong>Da Vinci</strong>. Ed. Abril Coleções; tradução de José Ruy Gandra. São Paulo. 2011, p. 36</p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Sara Jesus https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/38002 DESENHISTAS DO PATRIMÔNIO ARQUITETÔNICO BRASILEIRO: PAULO FERREIRA SANTOS e SYLVIO DE VASCONCELLOS. 2022-02-09T23:00:39-03:00 Marcos Tognon tognon@unicamp.br <p>Resumo: A pesquisa propõe analisar o estudo sobre o ensino dos engenheiros militares que promoveram aulas no Brasil, ainda no século XVIII. A contribuição busca refletir sobre tratados de arquitetura e sua aplicação no ensino como os de José Fernandes Pinto Alpoim, autor do Pórtico toscano e Auguste Henri Victor Grandjean de Montigny (1776-1850), arquiteto que esteve entre os artistas da missão francesa de Lebreton. Estamos diante dos primeiros professores a terem em sua formação práticas de expressão projectual como o relevo arquitetônico: essencial para a formação, o estudo e a atuação na expressão arquitetônica.</p> <p>Palavras-Chaves: História do Ensino de Arquitetura; Tratadistica; Engenheiros Militares; Tratado de Arquitetura.</p> <p>Abstract: The research proposes to analyze the study on the teaching of military engineers who promoted classes in Brazil, still in the 18th century. The contribution seeks to reflect on architectural treatises and their application in teaching such as those by José Fernandes Pinto Alpoim, author of the Tuscan Portico and Auguste Henri Victor Grandjean de Montigny (1776-1850), an architect who was among the artists of the French mission of Lebreton. We are facing the first teachers to have in their training practices of design expression such as architectural relief: essential for training, studying and acting in architectural expression.</p> <p>Keywords: History of Architecture Teaching; Treatises; Military Engineers; Treaty of Architecture</p> <p> </p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Marcos Tognon https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/37980 A ARQUITETURA BARROCA E O TEATRO DO MUNDO 2022-02-15T12:29:47-03:00 Rodrigo Almeida Bastos rodrigobastos.arq@gmail.com <p>Resumo: O artigo busca analisar o universo mundializado da arquitetura barroca como um teatro do mundo. Para isso, o estudo aborda os versos de El gran teatro del mundo escrito por Pedro Calderón de La Barca na primeira metade do século XVII. Os versos eloquentes retratam a exposição aguda de duas arquiteturas: uma superior, perfeita, elevada e eterna, a dos Céus, criada por Deus, e a outra, inferior, imperfeita, mundana e passageira, composta pertencente aos homens. Assim a pesquisa retrata a visão do poeta espanhol e também a antiga doutrina da mímesis. A arquitetura dos homens deveria imitar a arquitetura divina “usurpando-lhe os reflexos”, dando corpo a uma formosura que, por mais que se ilumine de esplendores celestes nunca seria mais que um belo jardim de “perecíveis flores”. </p> <p>Palavras-Chaves: Barroco; Teatralização; Fantasia; Poesia; Traçado Urbano, Arquitetura.</p> <p>Abstract: The article seeks to analyze the globalized universe of baroque architecture as a theater of the world. For this, the study approaches the verses of El gran Teatro del Mundo written by Pedro Calderón de La Barca in the first half of the 17th century. The eloquent verses portray the acute exposition of two architectures: one superior, perfect, elevated and eternal, that of Heaven, created by God, and the other, inferior, imperfect, mundane and fleeting, composed belonging to men. Thus, the research portrays the vision of the Spanish poet and also the ancient doctrine of mimesis. The architecture of men should imitate the divine architecture “usurping its reflections”, giving body to a beauty that, however illuminated by celestial splendours, would never be more than a beautiful garden of “perishable flowers”.</p> <p>Keywords: Baroque; theatricalization; Fantasy; Poetry; Urban Layout; Baroque colonial architecture.</p> <p> </p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Rodrigo Almeida Bastos https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/37746 REFLEXÕES CONCEITUAIS SOBRE A ARQUITETURA BARROCA IBEROAMERICANA: O PROCESSO DE TRANSCULTURAÇÃO E O PAPEL DA ORNAMENTAÇÃO EFUSIVA. 2022-02-08T11:49:33-03:00 Rodrigo Espinha Baeta rodrigo.espinha.baeta@gmail.com <p>Resumo: É comum a afirmação de que uma das características mais essenciais da arquitetura barroca ibero-americana seria o uso abundante de uma ornamentação aplicada tanto na cavidade interior dos monumentos, como lançada, estrategicamente, nas superfícies mais significativas dos contornos exteriores das construções – especialmente aqueles construídos para fins religiosos. É indubitável que a profusão decorativa procederia, historicamente, da arquitetura produzida nas matrizes espanhola e portuguesa; mas ganharia um vulto maior nos territórios do Novo Mundo: poder-se-ia dizer, de fato, que para uma parte significativa da arquitetura colonial,a relação entre a casca edificada e o carregado substrato decorativo comandaria a expressão que o monumento viria conquistar no período barroco, bem como coordenaria as soluções singulares que a obra acolheria – recursos complexos, fruto das intrincadas ações de “transculturação” entre as culturas dominantes e aquelas locais.</p> <p>Palavras-chave: América Ibérica, Barroco, Ornamentação</p> <p>Resumen: Es común decir que una de las características más esenciales de la arquitectura barroca iberoamericana sería el uso abundante de la ornamentación aplicada tanto a la cavidad interior de los monumentos como estratégicamente lanzada sobre las superficies más significativas de los contornos exteriores de los edificios, especialmente los construidos con fines religiosos. No cabe duda de que la profusión decorativa vendría, históricamente, de la arquitectura producida en las matrices española y portuguesa; pero cobraría una mayor importancia en los territorios del Nuevo Mundo: se podría decir, de hecho, que para una parte significativa de la arquitectura colonial, la relación entre la estructura edificada y el sustrato decorativo cargado dominaría la expresión que el monumento conquistaría en el período barroco, además de coordinar las soluciones únicas que abarcaría la obra: recursos complejos, resultado de las intrincadas acciones de “transculturación” entre las culturas dominantes e aquellas locales.</p> <p>Palabras clave: Iberoamérica, Barroco, Ornamentación</p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Rodrigo Espinha Baeta https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/37447 O CICLO PICTÓRICO DO TETO DA SACRISTIA DA IGREJA DO COLÉGIO DOS JESUÍTAS DA BAHIA. 2022-01-22T23:10:21-03:00 Belinda Maria de Almeida Neves belindaneves@hotmail.com <p><strong>Resumo:</strong> A presente pesquisa aborda a iconografia e iconologia na sacristia da igreja dos jesuítas em Salvador, Bahia, séculos XVII e XVIII, período barroco. Nas pinturas do teto da sacristia estão retratados 21 painéis de jesuítas mártires e confessores da fé católica, pertencentes aos quatro continentes em que atuou a <em>Societas Jesu</em>. Com a análise e interpretação feita em camadas, observamos que estão presentes e em constante diálogo a religiosidade, fé, arte e ciência. Destacamos nesse aspecto a astronomia, matemática, humores e temperamentos, poesia, música, astrologia e alquimia, temas pertinentes e em consonância com o século XVII. No centro deste programa está o painel de S. Ignacio de Loyola, ladeado por outros quatro painéis dos jesuítas S. Francisco Xavier, S. Francisco de Borja, S. Stanislaw Kostka e S. Luis Gonzaga, e formam uma cruz grega. No conjunto estão quatro representações de Orfeu encantando os animais com alaúdes e violinos, juntamente com um significativo contingente zoomorfo de espécies do continente americano. Entre aves e mamíferos estão retratados 46 animais e o repertório abrange o tucano, a onça, o guará, o ganso-do-Orinoco, o cão-da-pradaria, a cegonha, a andorinha, o macaco, entre outros. O mito de Orfeu popularizou-se através da obra do poeta Ovídio (43 a.C-18 d.C.) intitulada <em>Metamorfoses</em>. No <em>Livro X </em>e<em> XI</em> da obra, Orfeu encanta as bestas e as transforma através de sua música. Analisamos a metáfora do encantamento e estabelecemos as possíveis relações entre o mito de Orfeu, Jesus Cristo, as missões jesuíticas, e a transformação do gentio colonial mediante a doutrina cristã e a educação.</p> <p><strong>Palavras-chave</strong>: Barroco. Igreja do Colégio da Bahia. Companhia de Jesus.</p> <p><strong>Abstract:</strong> The present research approaches the iconography and iconology in the sacristy of the Jesuit church in Salvador, Bahia, 17th and 18th centuries, baroque period. The paintings on the sacristy ceiling show 21 panels of Jesuit martyrs and confessors of the Catholic faith, belonging to the four continents where Societas Jesu operated. With the analysis and interpretation made in layers, we observe that religiosity, faith, art and science are present and in constant dialogue. In this aspect, we highlight astronomy, mathematics, moods and temperaments, poetry, music, astrology and alchemy, pertinent themes and in line with the 17th century. At the center of this program is the panel by S. Ignacio de Loyola, flanked by four other panels by the Jesuits S. Francisco Xavier, S. Francisco de Borja, S. Stanislaw Kostka and S. Luis Gonzaga, and form a Greek cross. In the set are four representations of Orpheus enchanting animals with lutes and violins, along with a significant zoomorphic contingent of species from the American continent. Among birds and mammals, 46 animals are portrayed and the repertoire includes the toucan, the jaguar, the guará, the Orinoco goose, the prairie dog, the stork, the swallow, the monkey, among others. The myth of Orpheus became popular through the work of the poet Ovid (43 BC-18 AD) entitled Metamorphoses. In Books X and XI of the work, Orpheus enchants the beasts and transforms them through his music. We analyzed the metaphor of enchantment and established the possible relationships between the myth of Orpheus, Jesus Christ, the Jesuit missions, and the transformation of the colonial gentile through Christian doctrine and education.</p> <p><strong>Keywords:</strong> Baroque. Church of the College of Bahia. Society of Jesus.</p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Belinda Maria de Almeida Neves https://periodicos.ufmg.br/index.php/revistaperspectivapictorum/article/view/37451 O LEGADO DE JAN VREDEMAN DE VRIES PARA OS TRATADOS DE PERSPECTIVA 2022-01-28T12:35:33-03:00 Liszt Vianna Neto lisztvianna@gmail.com <p>Resumo: O artigo busca analisar o Tratado de Perspectiva de Jan Vredeman de Vries, um arquiteto, pintor e engenheiro do renascimento holandês. De Vries se aproximaria de uma dicção tardo-renascentista norte-europeia, mas principalmente maneirista. O tratado versa exclusivamente sobre projetos arquitetônicos em perspectiva, sendo um compilado de gravuras de três momentos distintos. O arquiteto e pintor holandês demonstra magistralmente nesse texto seu caminho em direção a uma dicção arquitetônica bastante própria, que viria a ser apropriada pela crítica e interpretada internacionalmente como neerlandesa. </p> <p>Palavras-Chaves: Perspectiva; Países Baixos; De Vries; Tratadistica; História dos Tratados;</p> <p>Abstract: The article analyzes Jan Vredeman de Vredeman's Perspective Treatise, a Dutch Renaissance architect, painter and engineer. De Vries would approach a late-Renaissance North European diction, but mainly Mannerist. The treatise exclusively on animated projects in perspective, being a compilation of engravings from different moments. The Dutch architect and painter masterfully demonstrates in this text his path towards an architectural direction of his own, which would later be appropriated by critics and internationally interpreted as Dutch.</p> <p>Keywords: Perspective; Netherlands; DeVries; Treatises; History of the Treaties;</p> 2022-06-18T00:00:00-03:00 Copyright (c) 2022 Liszt Vianna Neto