DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS COLABORATIVAS NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL NO ENFRENTAMENTO À COVID-19

Autores

  • Renata Carneiro Souza Gomes Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-4678-1514
  • Luiza Machado Pedrozo Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. https://orcid.org/0000-0001-6515-7058
  • Soraya Fernandes Mestriner Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil
  • Luana Pinho de Mesquita Lago Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-9863-3062

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2022.40087

Palavras-chave:

Educação interprofissional, Práticas interdisciplinares, COVID-19, Telemonitoramento

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar o desenvolvimento de competências colaborativas para o trabalho em equipe por residentes no enfrentamento à Covid-19 em um município do Estado de São Paulo. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório e transversal de abordagem qualitativa, desenvolvido por meio de questionário e entrevistas semiestruturadas, com 24 residentes médicos e multiprofissionais, que participaram do Disque Covid-19 em 2020. As entrevistas foram gravadas, transcritas e analisadas por meio da técnica de análise de conteúdo. Os resultados foram organizados em três temas: aprendendo em equipe, entendimento do processo de trabalho e aproximação ao cuidado centrado no usuário. Clareza de papéis, funcionamento da equipe, comunicação interprofissional,  atenção centrada no paciente, família e comunidade e resolução de conflitos foram competências desenvolvidas no serviço de teleatendimento, potencializadas pela política de humanização, o que os aproximou  da prática colaborativa interprofissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renata Carneiro Souza Gomes, Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil.

Pós-graduada Residente no Programa Atenção Integral à Saúde, Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. 

Luiza Machado Pedrozo, Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil.

Graduanda em Odontologia. Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil.

Soraya Fernandes Mestriner, Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil

Doutora. Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil. 

 

Luana Pinho de Mesquita Lago, Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil.

Professora Doutora. Universidade de São Paulo. Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil.

Referências

ARRUDA, Gisele Maria Melo Soares et al. O desenvolvimento da colaboração interprofissional em diferentes contextos de residência multiprofissional em Saúde da Família. Interface - Comunicação, Saúde, Educação [online], v. 22, suppl 1, p. 1309-1323, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1807-57622016.0859. Acesso em: 03 ago. 2021.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011, p. 229.

BRASIL. Ministério da Saúde. Política Nacional de Educação Permanente em Saúde: o que se tem produzido para o seu fortalecimento? Brasília, DF: Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, p.73, 2018. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/politica_nacional_educacao_permanente_saude_fortalecimento.pdf. Acesso em: 04 nov. 2021.

BRASIL. Lei n. 13.979, de 6 de fevereiro de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019. Diário Oficial da União: seção 1, Brasília, DF, p.1, 7 fev. 2020a. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/lei/l13979.htm. Acesso em: 01 de out. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria n. 526, de 24 de junho de 2020.Inclui, altera e exclui procedimentos da Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais do SUS. Diário Oficial da União, Brasília, DF, p.49, 02 jul. 2020b. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-526-de-24-de-junho-de-2020-264666631. Acesso em: 18 set. 2020.

BRASIL. Portaria GM/MS n.467, de 20 de março de 2020. Dispõe, em caráter excepcional e temporário, sobre as ações de Telemedicina, com o objetivo de regulamentar e operacionalizar as medidas de enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional previstas no art. 3º da Lei nº 13.979, de 6 de fevereiro de 2020, decorrente da epidemia de COVID-19. Diário Oficial da União, p.1, 2020c. Disponível em: http://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-467-de-20-de-marco-de-2020-249312996. Acesso em: 05 jun. 2021.

CFM - Conselho Federal de Medicina. Ofício CFM nº 1756/2020 – COJUR [online]. Brasília (DF): CFM, 2020. Disponível em: http://portal.cfm.org.br/images/PDF/2020_oficio_telemedicina.pdf. Acesso em: 09 de out. 2021.

CHRIGUER, Rosangela Soares et al. O PET-Saúde Interprofissionalidade e as ações em tempos de pandemia: perspectivas docentes. Interface - Comunicação, Saúde, Educação [online].V. 25, suppl 1, e210153, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1590/interface.210153. Acesso em: 29 dez. 2021.

CIHC - Canadian Interprofessional Health Collaborative. A National Interprofessional Competency Framework. 1 ed. Vancouver, 2010. Disponível em: https://ipcontherun.ca/wp-content/uploads/2014/06/National-Framework.pdf. Acesso em: 10 jan. 2021.

DAUMAS, Regina Paiva et al. O papel da atenção primária na rede de atenção à saúde no Brasil: limites e possibilidades no enfrentamento da COVID-19. Cadernos de Saúde Pública [online]. V. 36, n. 6, e00104120. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0102-311X00104120. Acesso em: 27 nov. 2021.

GIRUNDI, Cynthia; AVEIRO, Mariana Chaves; UCHÔA-FIGUEIREDO, Lúcia da Rocha. Formação para o cuidado interprofissional: ressignificando a prática de saúde em tempos de pandemia. Interface - Comunicação, Saúde, Educação [online]. V. 25, suppl 1, e210034, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1590/interface.210034. Acesso em: 05 out. 2021.

GOCAN, Sophia; LAPLANTE, Mary Anne; WOODEND, Kirsten. Interprofessional collaboration in Ontario’s family health teams: a review of the literature. Journal of Research in Interprofessional Practice Education. V. 3, n.3, p. 1-19, 2014. Disponível em: https://doi.org/10.22230/jripe.2014v3n3a131. Acesso em: 28 out. 2021.

HEATH, Chloe; SOMMERFIELD, Aine Catherine; VON UNGERN-STERNBERG, Britta Sylvia. Resilience strategies to manage psychological distress among healthcare workers during the COVID-19 pandemic: a narrative review. Anaesthesia [online]. V.75, n.10, p.1364-1371, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1111/anae.15180. Acesso em: 28 out. 2021.

HPN - Health Professions Networks. Nursing and Midwifery. Human Resources for Health. Framework for Action on Interprofessional Education and Collaborative Practice. Geneva: World Health Organization, 2010. Disponível em: http://whqlibdoc.who.int/hq/2010/WHO_HRH_HPN_10.3_eng.pdf . Acesso em: 16 jun. 2021.

HUMANIZASUS - Política Nacional de Humanização: a humanização como eixo norteador das práticas de atenção e gestão em todas as instâncias do SUS. Brasília: Ministério da Saúde, 2004, p. 20.

LIMA, Ana Wládia Silva de et al.. Perception and manifestation of collaborative competencies among undergraduate health students. Revista Latino-Americana de Enfermagem, Recife, v. 28, e3240, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1518-8345.3227.3240. Acesso em: 10 nov. 2021.

MATTOS, Mússio Pirajá et al. Prática interprofissional colaborativa em saúde coletiva à luz de processos educacionais inovadores. Revista baiana saúde de pública. Espírito Santo, v. 43, n.1, p. 271-287, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.22278/2318-2660.2019.v43.n1.a3106. Acesso em: 07 nov. 2021.

NN [eliminado para efeitos da revisão por pares]. A análise de práticas profissionais como dispositivo para a formação na residência multiprofissional. Interface - Comunicação, Saúde, Educação [online], v.22, suppl.2, p. 1625-1634, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1807-57622017.0687. Acesso em: 08 jan. 2022.

PEDUZZI, Marina. O SUS é interprofissional. Interface - Comunicação, Saúde, Educação [online]. V. 20, n. 56, p. 199-201, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1807-57622015.0383. Acesso em: 08 set. 2021.

PEDUZZI, Marina et al. Educação interprofissional: formação de profissionais de saúde para o trabalho em equipe com foco nos usuários. Revista da Escola de Enfermagem da USP [online]. V. 47, n. 04, p. 977-983, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0080-623420130000400029. Acesso em: 04 dez. 2021.

PMRP - Prefeitura Municipal Ribeirão Preto. Plano de Contingência para o Enfrentamento da Covid-19. 2020. Disponível em: https://www.ribeiraopreto.sp.gov.br/files/ssaude/pdf/covid-plano-contigencia.pdf. Acesso em: 04 ago. 2021.

RAMOS, Ana Cristina Coelho et al. A arte de humanizar em tempos de pandemia: a experiência da SESAB na produção do acolhimento. Revista baiana saúde pública. V.45, n.2, p. 201-216, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.22278/2318-2660.2021.v45.nEspecial_2.a3486. Acesso em: 03 dez. 2021.

SANTOS, Maria Apoliana Costa et al. Teleatendimento como ferramenta para a atenção interprofissional em saúde, na atenção básica, em tempos de pandemia. In: DIAS, Maria Socorro de Araújo, VASCONCELOS, Maristela Inês Osawa. Interprofissionalidade e colaboratividade na formação e no cuidado no campo da Atenção Primária à Saúde. 1. ed. Sobral. UVA, p. 409-421, 2021.

SANTOS, Nelson Rodrigues dos. SUS 30 anos: o início, a caminhada e o rumo. Ciência & Saúde Coletiva [online], Campinas, v. 23, n. 6, p. 1729-1736, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232018236.06092018. Acesso em: 02 dez. 2021.

SILVA,Jaqueline Alcântara Marcelino da Silva;PEDUZZI, Marina; ORCHARD, Carole; LEONELLO, Valéria Marli. Interprofessional education and collaborative practice in Primary Health Care. Revista Latino-Americana de Enfermagem USP, São Paulo, v. 49, n. 2, p. 16-24, 2015. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0080-623420150000800003. Acesso em: 04 dez. 2021.

SILVA JÚNIOR, Aluisio Gomes; ALVES Carla Almeida; ALVES Márcia Guimarães de Mello. Entre tramas e redes: cuidado e integralidade. In: PINHEIRO, Roseni et al. Construção social da demanda: direito à saúde, trabalho em equipe, participação e espaços públicos. Rio de Janeiro: Abrasco, 2005. p. 65-112.

SILVA, Letícia Batista. Residência Multiprofissional em Saúde no Brasil: alguns aspectos da trajetória histórica. Revista Katálysis [online], v.21, n.1, p. 200-2009, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1982-02592018v21n1p200. Acesso em: 04 de nov. 2021.

SILVA, Maiara Martins; SILVA Poliana Einsfeld; Silva Janaina Barbosa; Leite Virgínia Teixeira. O matriciamento em saúde mental e a participação dos trabalhadores: o relato de uma experiência em meio à pandemia de COVID-19. Saúde em Redes. V.7, n.1, suppl1, 2021. Disponível em: DOI: 10.18310/2446-48132021v7n1Sup.3363g672. Acesso em: 07 out. 2021.

WHO- World Health Organization. Novel Coronavirus (‎2019-nCoV)‎: Situation report, 11. World Health Organization [s.l.], v.1, n.1, p.8, 2020. Disponível em: https://apps.who.int/iris/handle/10665/330776. Acesso em: 03 set. 2021.

Downloads

Publicado

2022-11-04

Como Citar

GOMES, R. C. S. .; PEDROZO, L. M. .; MESTRINER, S. F.; LAGO, L. P. de M. . DESENVOLVIMENTO DE COMPETÊNCIAS COLABORATIVAS NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL NO ENFRENTAMENTO À COVID-19. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 31, n. 2, p. 123–132, 2022. DOI: 10.35699/2238-037X.2022.40087. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/40087. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS