Aprendendo a ler a televisão: uma confluência possível

  • Felipe Muanis Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Palavras-chave: homem-montador, audiovisual, educação.

Resumo

Resumo: A televisão, desde que foi inventada, passou por transformações na forma e no modo de percepção de seus espectadores. A palavra escrita, desde então, se ressentiu da maneira como a imagem se popularizou, gerando uma preocupação presente ainda nos dias de hoje, um antagonismo entre as letras e o audiovisual, mais especificamente à televisão. É importante, então, pensar qual é a inserção da televisão na formação de públicos. A questão do conteúdo é sempre discutida, mas passa a ser essencial a transformação do espectador comum, passivo, de homem-montador para montador cinematográfico, ativo, para que o antagonismo se resolva através da educação.

Palavras-chave: homem-montador; audiovisual; educação.

Abstract: The television, since that it was invented, it passed for hashings in the form and the mode of perception of the audience. The written word, since then, if resented in the way as the picture was popularized generating, still nowadays, an antagonism between the words and the audiovisual, more specifically to the television. It is important, then, to think which is the insertion of the television in the audience development. The content is always pointed but it starts to be essential the hashing of the common spectator, of ―editing-man‖ for a cinematographic one, an active assembler. By this way, the antagonism can be solved by education.

Keywords: editing-man; audiovisual; education.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2005-06-30