Atividades de Lazer e seus Conteúdos Culturais em Centros de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

  • Edirlane Soares do Nascimento Universidade Estadual do Piauí
  • Juliêta Lopes Fernandes Universidade Estadual do Piauí
  • Thaís Norberta Bezerra de Moura Universidade Estadual do Piauí
  • Maria Luci Esteves Santiago Universidade Estadual do Piauí

Resumo

O presente estudo objetiva caracterizar as atividades de lazer, seus facilitadores e usuários dos Centros de Convivência de Teresina-PI. Trata-se de um estudo transversal, com 39 idosos e nove coordenadores, entre agosto e novembro de 2017. Utilizou-se um formulário, com questões objetivas e subjetivas. As atividades de lazer, relacionadas aos aspectos físicos, foram as mais realizadas (100%, n=9), em sala/pátio (33%), e apresentando dificuldades de falta de materiais (33%). Facilitadores de atividades com formação superior (45,8%), com 1 a 2 anos de atuação (41,6%) e terceirizados (100%). Usuários com preferência de atividade física para lazer (97,4%), 1 a 2 anos de participação (35,9%), frequência de 2 a 3 vezes/semana (76,9%), tendo a saúde (43,5%) como motivo de adesão, e os compromissos pessoais (30,7%) como limitador da participação.

Publicado
2019-06-24
Seção
Artigos Originais