A Política Pública para o Esporte Educacional no Brasil (2003-2016): Entre a Setorialidade e a Intersetorialidade

  • Palmira Sevegnani Universidade Federal do Paraná (Setor Litoral)
  • Marcelo Moraes e Silva Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Katiuscia Melo Figuerôa Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Fernando Marinho Mezzadri Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Resumo

O presente artigo tem como objetivo mostrar como se formulou a política pública para o esporte educacional brasileiro no âmbito do governo federal entre os anos de 2003 e 2016. Para atingir tal propósito, foram analisados documentos oficiais referentes ao tema e, especialmente, ao Programa Segundo Tempo. A título de conclusão, o texto aponta que as principais ações relativas às políticas públicas para o esporte educacional brasileiro realizada no período passaram a incorporar princípios da intersetorialidade como modelo de gestão.

Publicado
2019-06-24
Seção
Artigos Originais