Lazer, Arte e Competição: Uma Análise Etnográfica sobre um Modo de Viver as Danças Tradicionais Gaúchas

  • Diego Nunes Moresco Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Marco Paulo Stigger Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Resumo

Este trabalho é fruto de uma etnografia produzida no universo do tradicionalismo gaúcho, em um grupo de danças tradicionais. No estudo, esta prática é encontrada a partir de competições artísticas, sendo que participar destes grupos parece produzir uma série de sentidos e significados que extrapolam as definições de um lazer fruído e desinteressado. Ao longo do estudo verificou-se um caráter sério e produtivista na maneira como os integrantes do grupo de danças vivenciavam sua atividade. Esta seriedade parece romper com uma prática puramente artística, produzindo um fazer artístico específico, pautando-se pelo desempenho competitivo, a possibilidade de superação de limites e do desenvolvimento de uma espécie de carreira no lazer.

Publicado
2019-09-26
Seção
Artigos Originais