Programa “Mexa-se”: Uma Política Pública de Saúde e Lazer?

  • Leonardo Toledo Silva Centro Universitário de Sete Lagoas (Unifemm)
  • Marcos Antônio da Silva Mendes Centro Universitário de Sete Lagoas (Unifemm)
  • Ana Cláudia Porfírio Couto Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Resumo

O objetivo deste trabalho foi analisar o programa “mexa-se”, sob a perspectiva dos profissionais de educação física atuantes nos núcleos do programa, no âmbito da política pública de saúde e de lazer e suas potencialidades. O “mexa-se” é um programa criado pela Prefeitura Municipal de Sete Lagoas/MG que, por meio da prática de atividade física, objetiva promover e estimular hábitos de vida saudável ao cidadão de Sete Lagoas. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada. A amostra foi constituída por quatro profissionais de educação física atuantes no programa. Nota-se que os profissionais entrevistados conseguem identificar o programa como sendo uma prática voltada para a saúde. No que tange ao conceito de Lazer e Política Pública de Lazer foi observado que nem todos os profissionais de educação física têm um conhecimento claro deste conceito. Não é possível avaliar o programa como sendo uma política pública de lazer, uma vez que não é a intenção da prefeitura, neste momento, fazer com que o “mexa-se” seja uma política pública de lazer, mas de saúde. No entanto, observa-se no programa um potencial para se tornar uma política de lazer.

Publicado
2019-09-26
Seção
Artigos Originais