Políticas de Esporte e Lazer nas Universidades Federais de Minas Gerais

Um Olhar sobre as Associações Atléticas Acadêmicas

Autores

  • Brisa de Assis Pereira Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Luciano Pereira da Silva Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.35699/1981-3171.2019.16263

Palavras-chave:

Políticas Públicas, Atividades de Lazer, Universidades

Resumo

A presente pesquisa advém de uma experiência pessoal em gestão do esporte e lazer universitário e, objetiva compreender o papel que as Associações Atléticas Acadêmicas (AAA’s), presentes nas universidades federais do estado de Minas Gerais, assumem na organização e no desenvolvimento do esporte e lazer dentro de suas instituições. Por meio da análise quantitativa e qualitativa, contatou-se 107 associações das quais, 62 participaram da pesquisa. Os achados indicam que as AAA’s prezam, não só pelo desenvolvimento e representação do desporto universitário, como também, pela integração de toda a comunidade acadêmica, através de eventos sociais e culturais. Assumindo assim, um papel fundamental na reivindicação e incentivo ao desenvolvimento de políticas de esporte e lazer nas universidades federais de Minas Gerais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMARAL, S. C. F. Políticas públicas de lazer: existe possibilidade de uma gestão participativa? In: PADILHA, V. (Org.). Dialética do Lazer. São Paulo: Cortez, 2006. P.156-172.

BARBOSA, A. M.; OLIVEIRA, C. C. Dimensão Humana Da Formação Docente. CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 9, 2009. EDUCERE. Anais... PUCPR, 2009.

BONDÍA, J. L. Notas sobre a experiência e o saber de experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, 2002.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Centro Gráfico, 1988.

______. Decreto-Lei n. 3.199/41, de 14 de abril de 1941. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 14 abr. 1941a.

______. Decreto-Lei n. 3.617/41, de 15 de setembro de 1941. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 15 set. 1941b.

______. Decreto-lei n. 80.228/77, de 25 de agosto de 1977. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 25 ago. 1977.

______. Decreto-Lei nº 705, de 25 de julho de 1969. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 25 jul. 1969.

______. Introdução a Economia solidária. Brasília: Ministério do Trabalho e do Emprego, 2007. (Módulo 2 do caderno de Formação em economia solidária. Projeto casa Brasil).

______. Lei de incentivo ao esporte. Cartilha Ministério do Esporte, p. 6. Brasília, 2009.

______. Lei Federal nº 8.672/93, de 06 de julho de 1993. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 06 jul. 1993. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8672.htm. Acesso em: set. 2015.

______. Lei Federal nº 9.615/98, de 24 de março de 1998. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 24 mar. 1998. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9615consol.htm. Acesso em: set. 2015.

BRASIL. Lei nº 12.395, de 16 de Março de 2011. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 16 mar. 2011.

______. Ministério da Educação. Portaria nº 236 de 08 de abril de 1987. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, 08 abr. 1987.

______. Projeto-lei nº 7200/2006, 12 de junho de 2006. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 12 jun. 2006.

______. Lei n.º10.861/04, de 14 de abril de 2004. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 14 abr. 2004. Disponível em: https://portal.mec.gov.br/arquivos/pdf/leisinaes.pdf.

CANCIAN, R. Juventude e participação política: considerações sobre a militância estudantil nos anos 1970. Lutas sociais. São Paulo, v.18 n.32, p.203-215, jan./jun. 2014.

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: O longo Caminho. 3ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002. Disponível em: httpS://faa.edu.br/portal/PDF/livros_eletronicos/multidisciplinar/cidadania/cidadania_brasil.pdf . Acesso em: abr.2017.

CASTELLANI FILHO, Lino. Educação Física no Brasil: a história que não se conta. Campinas: Papirus. 1994.

CRESWELL, J.W. Projeto de Pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto; Tradução Magda Lopes. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

COELHO, S. L. Alocação de recursos públicos para o esporte. Palestra proferida em mesa-redonda promovida pelo CENDEC - Centro de Treinamento para o Desenvolvimento Econômico. Rio de Janeiro: CCCCBDU, 1984.

DINIZ, Rafael Silva. Mecenato Esportivo: O trajeto da Lei Federal de Incentivo ao Esporte em Belo Horizonte. 2016. 195f. (Dissertação em Estudos do Lazer) – Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, 2016.

GOLDENBERG, M. A arte de pesquisar: como fazer pesquisa qualitativa em ciências sociais. Rio de Janeiro: Record, 1997.

GOMES, C. L.; AMARAL, M. T. M. Metodologia da pesquisa aplicada ao lazer. Brasília: SESI/DN, 2005.

GOMES, C. L. Estudos do Lazer e Geopolítica do Conhecimento. Licere, Belo Horizonte, v.14, n.3, set/2011.

GOMES, C. L. Lazer: Necessidade humana e dimensão da cultura. Revista Brasileira de Estudos do Lazer. Belo Horizonte, v. 1, n.1, p.3-20, jan./abr. 2014.

HILLEBRAND, M. D. Dando voz as mulheres participantes do Esporte universitário: contradições e desafios para a prática esportiva. Tese (Doutorado em Serviço Social) – Curso de Pós-Graduação da Faculdade de Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2007.

LAVILLE, C; DIONNE, J. A construção do saber: manual de metodologia da pesquisa em ciências humanas. Porto Alegre: Artmed; Belo Horizonte: UFMG, 1999, p.214.

LINHALES, M. A. A trajetória política do esporte no Brasil: interesses envolvidos, setores excluídos. 1996, p. 242. Dissertação. Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1996.

LINHALES, M. A. et al. Esporte e lazer na Grande-BH: por onde caminham as gestões públicas? In: ISAYAMA, H. F., LINHALES, M. A. (Org.). Avaliação de políticas e políticas de avaliação: questões para o esporte e o lazer. Belo Horizonte: Editora UFMG, p. 13-56, 2008.

MACHADO, Ana C. T. A ferramenta Google Docs: construção do conhecimento através da interação e colaboração. Revista Científica de Educação a Distância, v. 12, n. 1, 2009.

MARCELLINO, N.C. Lazer e Sociedade: algumas aproximações. In: Nelson Carvalho. MARCELLINO, (Org.). Lazer e Sociedade: múltiplas relações. Campinas: Editora Alínea, 2008, p.11-26.

MARIN, E.C. et al. Políticas de Lazer nas Instituições de Ensino Superior: uma Discussão a partir da Práxis. In: ENCONTRO NACIONAL DE RECREAÇÃO E LAZER, 19. Florianópolis, 2009. Anais... Florianópolis, 2009.

MARQUES, R. Após ano com sérios problemas, Governo Federal articula nos bastidores e reestrutura esporte universitário para reagir em 2004. Publicado em 26/12/2003.

MARSHALL, T. S. Cidadania, classe social e status. Rio de Janeiro: Zahar, 1967.

MARTINS, C.; MELO, M. Políticas públicas de esportes para juventude na Baixada Fluminense/RJ: uma discussão introdutória. In: REUNIÃO ANUAL DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM EDUCAÇÃO, 2004, Caxambu. Anais... Caxambu. Disponível em: https://www.anped.org.br/reunioes/27/gt03/t034.pdf. Acesso em: nov. 2015.

MELO, M. DE P. Esporte e juventude pobre: políticas públicas de lazer na Vila Olímpica Da Maré. Campinas: Autores associados, 2005.

MENICUCCI, T. Políticas Públicas de lazer. Questões analíticas e desafios políticos. In: ISAYAMA, H. F., LINHALES, M. A. Sobre Lazer e Política: maneiras de ver, maneiras de fazer. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006. P. 136-164.

PAIVA, J.L., MARCELLINO, N.C. Possibilidades para a extensão universitária a partir de uma política de lazer, nas faculdades de educação física. Revista Brasileira Ciência e Movimento, v.12, n. 1, p. 85-90, 2004.

PARO, Victor H. Por dentro da escola pública. São Paulo: Xamã, 1995.

PINTO, Leila M. S. de M.; SILVA, L. P. Gestão Participativa do Programa Esporte e Lazer da Cidade – PELC. 2016. [Mimeo]

RIBEIRO, G. M. Políticas de esporte e lazer: o papel da universidade em questão. In: CONGRESSO SUL BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DO ESPORTE, 5. Anais... UIVALI – Itajaí– SC 23 a 25 de setembro de 2010. Disponível em: https://www.rbceonline.org.br/congressos/index.php/vcsbce/vcsbce/schedConf/presentations

RIBEIRO, G.M.; MARIN, E.C. Universidades públicas e as políticas de esporte e lazer. Licere, Belo Horizonte, v.15, n.3, set/2012.

SANTOS, B.S. A Universidade do Século XXI: para uma reforma democrática e emancipatória da universidade. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

STAREPRAVO, F. A; REIS, L. J. A; MEZZADRI, F. M; JÚNIOR, W. M. Esporte universitário brasileiro: uma leitura a partir de suas relações com o estado. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, Campinas, v. 31, n. 3, p. 131-148, maio 2010.

STAREPRAVO, F. A.; SOUZA, J. de; JUNIOR, W. M. Políticas Públicas de Esporte e Lazer no Brasil: uma proposta teórico-metodológica de análise. Movimento, Porto Alegre, v. 17, n. 3, p. 233-251, jul/set de 2011.

STAREPRAVO, F.A. O esporte universitário paranaense e suas relações com o poder público. Dissertação (Mestrado) - Educação Física. Departamento de Educação Física da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitiba, 2006.

TOLEDO, R. Gestão do esporte universitário: uma importante estratégia de marketing para as universidades. São Paulo: ALEPH, 2006.

TUBINO, M. J. G. Uma visão paradigmática das perspectivas do Esporte para o início do século XXI. In: MOREIRA, W. W. Educação Física & Esporte: perspectivas para o século XXI. Campinas: Papirus, 1992.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS. PDI - Plano de Desenvolvimento Institucional: 2013-2017. Belo Horizonte: Pró-Reitoria de Planejamento e Desenvolvimento, 2013.

VIEIRA, S. Como Elaborar Questionários. São Paulo. Atlas. 2009. p.159.

ZINGONI, P. Políticas Públicas participativas de esporte e lazer: da congestão à co- gestão. Motrivivência, v., n. 11, set/1998, p. 31-47.

Downloads

Publicado

2019-12-24

Como Citar

Pereira, B. de A., & Silva, L. P. da. (2019). Políticas de Esporte e Lazer nas Universidades Federais de Minas Gerais: Um Olhar sobre as Associações Atléticas Acadêmicas. LICERE - Revista Do Programa De Pós-graduação Interdisciplinar Em Estudos Do Lazer, 22(4), 95-136. https://doi.org/10.35699/1981-3171.2019.16263

Edição

Seção

Artigos Originais