As Brincadeiras Realizadas por Crianças nas Praças da Cidade de Patos-PB

  • Alana Simões Bezerra Centro Universitário de Patos (UNIFIP)
  • Diogo Peixoto Medeiros Centro Universitário de Patos (UNIFIP)
Palavras-chave: Jogos e Brinquedos, Atividades de Lazer, Criança

Resumo

A brincadeira é de fundamental importância para o desenvolvimento infantil na medida em que a criança pode transformar e produzir novos significados. Esta pesquisa tem como objetivo realizar um levantamento das brincadeiras que são realizadas pelas crianças nas praças da cidade de Patos-PB, assim como verificar se elas são de caráter tradicional. É uma pesquisa de campo, tendo como objetivo compreender e explicar o problema do estudo. Durante a coleta dos dados, foram observadas as seguintes brincadeiras: o futebol (travinha, dois toques), esconde-esconde, pega-pega, toca-ajuda, bola de gude e taco, onde o futebol foi a que mais se repetiu. Crianças do sexo masculino foram as mais encontradas nas brincadeiras. Pode-se concluir que se tem realizado brincadeiras tradicionais, sendo estas catalogadas, também se percebe que elas preferem os finais de semana para brincar nas praças e no horário noturno.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALVES, F. D.; SOMMERHALDER, A. O brincar: linguagem da infância, língua do infantil. Revista Motriz, Rio Claro, v. 12, n. 2, p. 125-132, mai/ago. 2006.

ARRUDA, F. M.; MÜLLER, V. R. Brincadeiras e espaços urbanos: um estudo da prática lúdica de crianças de diferentes classes sociais da cidade de Maringá-PR. Licere, v. 13, n. 4, dez. 2010.

AZEVEDO, T. M. C. Brinquedos e Gênero na educação infantil: um estudo do tipo etnográfico no estado do Rio de Janeiro. Tese (Doutorado em Psicologia e Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2003.

BROUGÈRE, G. Brinquedo e cultura. São Paulo: Cortez, 1995.

BROUGÈRE, G. Brinquedos e companhia. São Paulo: Cortez, 2004.

CORDAZZO, S. T. D.; VIEIRA, M. L. Caracterização de brincadeiras de crianças em Idade Escolar. Psicologia: reflexão e crítica, v. 21, n. 3, p. 365-373, 2008.

CUNHA, C. T. Traços da Cultura Infantil: um estudo com grupos de crianças que brincam livremente. (Dissertação de mestrado) - Faculdade de Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

CUNHA JÚNIOR, C. F. F. da. Jogos, brinquedos e brincadeiras: Investigando relações de gênero na experiência de crianças do Colégio Pedro II. Motrivivência, p. 236-245, dezembro, 1996.

FERNANDES, B. P. F. et al. Entre o tradicional e o eletrônico: significados do brincar para crianças de uma escola pública de Piracicaba - SP. Revista Brasileira de Estudos de Lazer, v. 3, n. 2, p. 74-96, mai/ago. 2016.

HARADA, M. J.; PEDREIRA, M. L.; ANDREOTTI, J. T. Segurança com brinquedos de parques infantis: Uma introdução ao problema. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v.11, n. 3, p. 383-386, 2003.

HARDER, I. C. F. Inventário quali-quantitativo da arborização e infra estrutura das praças da cidade de Vinhedo/SP. 2002. Dissertação (mestrado). Universidade de São Paulo, 2002.

KISHIMOTO, T. M. Bruner e a Brincadeira. In: KISHIMOTO, T. M. (Org.). O Brincar e suas Teorias. São Paulo, Pioneira Thomson Learning, 2002.

MACEDO, S. S.; ROBBA, F. Praças brasileiras. São Paulo: Edusp, 2002.

MANFROI, M. N.; MARINHO, A. A praça da poesia: entre histórias e brincadeiras. Licere, v. 17, n. 2, jun. 2014.

MARTINS JUNIOR, J. Como escrever trabalhos de conclusão de curso: instruções para planejar e montar, desenvolver, concluir, redigir e apresentar trabalhos monográficos e artigos. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 2015.

MINAYO, M. C. S.; COSTA, A. P. Técnicas que fazem uso da palavra, do olhar e da empatia: pesquisa qualitativa em ação. Aveiro, Portugal: Editora Ludomedia, 2019.

OLIVEIRA, C. O ambiente urbano e a formação da criança. São Paulo: Aleph, 2004.

PIMENTEL, A. Brincadeiras de rua, convivência urbana e ecologia dos saberes. Revista Brasileira de Educação, v. 20, n. 62, p. 346, jul./set. 2015.

PINTO, L. M. S. M. Convivência no morro: caderno de atividades lúdicas de esporte e arte. Belo Horizonte: Lastro. 2005. 138p.

VIERO, Verônica Crestani; BARBOSA FILHO, Luiz Carlos. Praças públicas:origens, conceitos e funções. (artigo acadêmico). Santa Maria, 2009.

WENETZ, I. As crianças ausentes na rua e nas praças. Civitas, v. 13, n. 2, p. 246-363, mai./ago., 2013.
Publicado
2020-06-30
Como Citar
Bezerra, A. S., & Medeiros, D. P. (2020). As Brincadeiras Realizadas por Crianças nas Praças da Cidade de Patos-PB. LICERE - Revista Do Programa De Pós-graduação Interdisciplinar Em Estudos Do Lazer, 23(2), 1-18. https://doi.org/10.35699/2447-6218.2020.21764
Seção
Artigos Originais