As subjetividades no ambiente escolar: O movimento de ocupação de 2016 no oeste catarinense

  • Leandro Gomes Moreira Cruz

Resumo

O objetivo deste artigo é refletir a relação entre a constituição das subjetividades, com a ocupação escolar, e o modelo de educação formal, através do arcabouço da psicologia histórico-cultural. Trabalharemos o conceito de subjetividade e refletiremos acerca da constituição das subjetividades individuais e coletivas na unidade escolar em 2016, período em que a instituição encontrou-se ocupada, integrando o conceito de emancipação para pensar o processo educacional. A análise desta narrativa será elaborada a partir da rede social Facebook, através da página do movimento de ocupação da Escola de Educação Básica Tancredo de Almeida Neves (Chapecó, Santa Catarina), intitulada “Ocupação do Tancredão”.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-02-22