Considerações Críticas acerca do Conceito de Modernidade: uma análise da “inautenticidade brasileira”

  • Antônio Cecílio Barboni Júnior

Resumo

Os trabalhos clássicos do pensamento social brasileiro trazem em suas abordagens sobre o país uma visão que Jessé Souza definiu como tese da inautenticidade brasileira. O objetivo desse artigo é identificar os pressupostos que estão orientando essa visão de “atraso” da modernidade no Brasil, no sentido de evitar sua naturalização. A hipótese é de que eles foram construídos tendo como principal base os tipos ideais weberianos, que foram apropriados em uma espécie de check list da modernidade. Dessa forma pretendo identificá-los nas obras de alguns autores centrais para o pensamento social brasileiro, a saber: Gilberto Freyre, Sérgio Buarque de Holanda, Raymundo Faoro e Roberto DaMatta. Minha análise sobre estes autores vai dialogar com as ideias de Jessé Souza e Sérgio Tavolaro para identificar as problemáticas por trás da abordagem hegemônica da modernidade e a necessidade de uma apresentação que considere a pluralidade desse fenômeno.

Publicado
2019-07-01
Seção
Artigos