À tinta, sal e óleo

reflexões sobre cultura material

Autores

  • Matheus Miranda Mota

Resumo

Este trabalho busca refletir sobre as formas com que vemos, definimos, diferenciamos, relacionamos e analisamos os elementos documentais e materiais utilizados na produção do conhecimento arqueológico. As considerações realizadas neste trabalho são inquietações originadas no desenvolvimento do meu projeto de monografia – que vem sendo realizado junto ao Laboratório de Estudos Antárticos em Ciências Humanas (LEACH), sob orientação do Prof. Dr. Andrés Zarankin – e buscam discutir aspectos teórico-metodológicos por meio do diálogo com autores como Hodder (1982, 2000), Tilley (1990, 1991) e Galloway (2006). Essas questões serão desenvolvidas e ilustradas por fragmentos extraídos dos processos de leitura, paleografia e análise de diários pessoais e de bordo que são parte do acervo documental do LEACH e versam sobre o dia a dia em navios foqueiros, lobeiros e baleeiros do fim do século XVIII e início do século XIX. O objetivo final deste trabalho é propor reflexões sobre a produção arqueológica no que diz respeito ao estudo de culturas presentes ou passadas, próximas ou distantes por meio das relações entre textos e coisas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Matheus Miranda Mota

Graduando em Antropologia pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG.

Downloads

Publicado

2019-09-17