Cerco militar e despejo da Ocupação Eliana Silva

uma aproximação etnográfica

  • Aiano Bemfica
  • Luisa Lanna
  • Matheus Almeida

Resumo

Organizada pelo MLB, a Ocupação Eliana Silva surgiu em abril de 2012 na região do Barreiro, em Belo Horizonte. Após ter passado vinte e um dias cercada por viaturas da Polícia Militar de Minas Gerais, trezentas famílias foram despejadas com uso de um forte aparato policial. Dois meses depois, ocuparam um terreno a menos de duzentos metros de onde haviam sido retiradas. Propomos uma aproximação da trajetória da comunidade a partir da etnografia para realizar uma reflexão sobre a forma como o cerco militar e o despejo foram percebidos pela comunidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aiano Bemfica

Graduando em Antropologia pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG.

Luisa Lanna

Graduanda em Comunicação Social pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Matheus Almeida

Graduando em Antropologia pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG.

Publicado
2019-07-01