Pedestres e espaço público

uma questão social no meio contemporâneo - o caso de Porto Alegre

  • Clara Natalia Steigleder Walter

Resumo

Este artigo analisa a interação das pessoas no espaço público de circulação da cidade e as representações sociais que orientam suas condutas. O modelo de transporte prioritário no Brasil é o automóvel e o ambiente construído para atender este tipo de deslocamento produz uma relação de desigualdade na ocupação dos espaços, excluindo a maioria da população pedestre de uma mobilidade se- gura. A partir da pesquisa realizada em Porto Alegre pode-se inferir que as representações sociais dos pedestres sobre o trânsito são influenciadas pelo simbolismo do automóvel, ocorrendo a reafirmação em suas representações da dimensão da desigualdade social no uso do espaço público. A construção da mobilidade segura, relevante para o desenvolvimento das cidades, requer mudanças na percepção dos atores que usufruem de forma diferenciada e desigual do espaço público.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-02-22
Seção
Artigos