Expressão, prática e representação na pré-história brasileira: o caso da arte rupestre

  • lucas Roahny

Resumo

Este artigo visa efetuar uma análise crítica do emprego do con- ceito de “tradição arqueológica” nos estudos de arte rupestre no Brasil. Encarado apenas como uma ferramenta metodológica, o uso da noção de “tradição” possui, entretanto, sérias implicações teóricas as quais serão ex- plicitadas ao longo do texto, buscando-se ao final esboçar uma compreensão da arte rupestre alheia à primazia da imagem e da representação – elementos que são privilegiados na abordagem que se serve do conceito de “tradição”. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

lucas Roahny

Graduando em Ciências Sociais pela UFPR. 

Publicado
2016-03-12
Seção
Artigos