Identidades culturais e a sustentabilidade na criação de parques ambientais

  • Natália Cardoso Marra

Resumo

Resumo: O princípio da sustentabilidade ganhou respaldo quando ficou óbvia a necessidade de conser- var o meio onde vivem os serem humanos. Para a preservação do patrimônio ambiental natural, foi cri- ado no Brasil o Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza, o SNUC (Lei 9.985/2000). Uma das formas de proteção integral se dá pela implantação de Parques Nacionais. Ocorre que a criação de respectivos parques exclui as pessoas que viviam há anos dos recursos naturais existentes na área a ser preservada, sem degradar a natureza, preservando-a para a manutenção da vida. O ob- jetivo desse trabalho é demonstrar a importância do reconhecimento dos métodos aplicados pelas co- munidades tradicionais como patrimônio cultural para que esses possam ser estudados, aprimorados e aplicados na nossa sociedade. A metodologia aplicada foi a de pesquisa bibliográfica. A sustentabilidade retrata equilíbrio, a implantação dos parques precisa ser interdisciplinar, ao zelar pelo meio ambiente, a cultura e os problemas sociais não podem ser menosprezados. A educação, os costumes e a identi- dade são parceiros para a construção de uma sociedade sustentável que habite um ambiente saudável. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natália Cardoso Marra

Graduanda em Geografia e Análise Ambiental pela UNI BH. 

Publicado
2016-03-12
Seção
Artigos