Amizade e auto-identidade: contribuições giddensianas para uma teoria dos afetos

  • Nina Gabriela Rosas

Resumo

Esse trabalho visa apresentar em que a teoria giddensiana pode servir para pensar as rela- ções entre amigos. Acredita-se que ao utilizar as noções que envolvem o conceito de identidade, confor- me cunhadas por Anthony Giddens. seja possível entender como as relações de amizade estão estrutu- radas. As considerações sociológicas pontuadas aqui devem ser vistas como hipóteses; como possíveis embasamentos a fim de fazer um mapeamento dos vínculos amicais da atualidade. Se os indivíduos são capazes de criar e sustentar reflexivamente uma narrativa a respeito da própria vida, é proveitoso per- ceber como as amizades se comportam frente a isso. Chega-se ao final, com a expectativa de que esse ensaio possa representar uma pequena contribuição para uma teoria das afetividades. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-07-02
Seção
Artigos