Nascer, morrer, renascer: o espiritismo à luz das Ciências Sociais

  • Pedro Stoeckli Pires

Resumo

O presente artigo visa analisar a presença e o desenvolvimento do espiritismo kardecista na sociedade brasileira e sua relação com outras religiões mediúnicas, em especial a umbanda. A partir da leitura de trabalhos de sociologia, antropologia, e das obras doutrinárias, argumenta-se que o karde- cismo francês foi reinterpretado e seu aspecto religioso adaptado aos moldes nacionais. Propomos que as noções espíritas são amplamente difundidas na sociedade brasileira por representarem aspectos de crença da convivência com o sobrenatural presentes na cosmologia nacional. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2016-07-02
Seção
Artigos