O avesso do poder do controle e a multiplicação dos sujeitos de vigilância

Autores

  • Gustavo Fernandes Meireles

Resumo

Partindo de estudos sócio-filosóficos do fenômeno da vigilância, é possível compreender que as ferramentas da sociedade de controle podem ser utilizadas tendendo a um maior equilíbrio à assimetria permanente entre poderes correlacionados. Para além da vigilância em lugares estanques, o controle se faz presente a cada instante, trazendo consigo um potencial de pulverização do poder dominante, alar- gando o espaço de ação dos indivíduos na medida em que estes podem ocupar mais facilmente a posição de sujeitos dq controle. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-07-02

Edição

Seção

Artigos