Arrumando a Casa: Novos arranjos familiares e o trabalho doméstico

  • Carla Julião da Silva Bacharela e Licenciada em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista-UNESP.
  • Willians Alexandre Buesso da Silva Mestre em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista-UNESP

Resumo

0 Trabalho Doméstico remunerado e nao-remunerado no Brasil possui sua peculiaridade marcada pelos indicadores sociais quanto a gênero, cor e classe social. Com as novas configurações familiares, novos papéis sociais são
assumidos sobre os afazeres domésticos. Este artigo é fruto das discussões feitas durante a pesquisa de campo com empregadas e patroas realizada em 2012, na cidade de Marília, interior de Sao Paulo. Com base nos dados levantados, bibliografia consultada e objetivos propostos, concentramos o texto em um dos aspectos do tema abordado, as mudanças na estrutura familiar e seu impacto sobre a divisão sexual do trabalho doméstico. A discussão aponta para novos papéis assumidos de gênero, o que, entretanto, entra em conflito com as tarefas compartilhadas dentro do ambiente doméstico. Propomos algumas conclusões acerca dos motivos desses conflitos a partir da história do trabalho doméstico.

Publicado
2018-04-15