SE FERES NOSSA EXISTÊNCIA, SEREMOS RESISTÊNCIA:

Reflexões sobre as ações afirmativas na Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)

Autores

  • Rosana da Silva Pereira UFRB
  • Dyane Brito Reis Santos

Resumo

A história do Brasil é marcada pelo racismo estrutural e institucional que condicionam a exclusão social da população negra ao acesso à educação superior. Vistas como uma política pública de reparação racial e social, as ações afirmativas no ensino superior marcam a história da educação no país. O movimento negro, neste sentido, em sua pluralidade cumpre a sua funcionalidade primordial: a defesa legítima da população negra em todos os segmentos da sociedade brasileira, sendo essencial para a implantação das ações afirmativas no país. O presente trabalho realiza uma investigação sobre os impactos das ações afirmativas propostas pela UFRB, na formação de estudantes negros, evidenciando o Programa de Permanência Qualificada ofertada pela Pró-Reitoria de Políticas Afirmativas e Assuntos Estudantes (PROPAAE) como um importante instrumento de luta para a comunidade do Recôncavo da Bahia. O objetivo do trabalho é demonstrar a importância da atuação das políticas afirmativas de acesso e permanência na universidade. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2021-07-16