A importância de um protocolo preventivo no atendimento odontológico de pacientes fissurados: uma revisão sistemática da literatura

  • Bruna Regina Rodrigues Alves niversidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), Joaçaba, Santa Catarina, Brasil
  • Luana Gabriela Lopes Duarte Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), Joaçaba, Santa Catarina, Brasil
  • Grasieli de Oliveira Ramos UNOESC

Resumo

Introdução: As fissuras labiopalatais são caracterizadas como más formações congênitas que podem ocorrer na região óssea ou mucosa da abóboda palatina e no lábio superior, sendo considerado o defeito craniofacial mais comum na espécie humana. Tais alterações podem repercutir no processo do correto desenvolvimento da dentição. Objetivo: O objetivo deste estudo foi revisar sistematicamente a literatura publicações relacionado ao protocolo de atendimento do cirurgião-dentista frente a pacientes com fissura labiopalatal. Materiais e métodos: Foram revisados artigos publicados até março de 2018, nas línguas inglesa, portuguesa e espanhola, obtidos por meio de buscas nas bases eletrônicas Pubmed, Lilacs, Bireme, Scielo, Scopus e busca manual nas referências dos artigos encontrados. Resultados: Após exclusão foram obtidos quatro artigos, os quais foram lidos na íntegra e que resultaram em um protocolo de atendimento dividido de acordo com as fases de dentição, com ênfase na prevenção. O protocolo foi separado em: fase do nascimento até a dentição mista, dentição mista e dentição permanente. Conclusões: Em relação aos achados, fica evidente a importância da prevenção durante todas as fases, tendo em vista a manutenção do perímetro da arcada para posterior tratamento ortodôntico, e acompanhamento periódico para manter a integridade dos dentes permanentes. Em decorrência da necessidade de procedimentos preventivos a esses pacientes, o cirurgião-dentista deve estar apto a realizar o atendimento tendo como base um protocolo para efetuar o manejo correto conforme a faixa etária e o período de dentição em que o paciente se encontra. Em virtude da ausência de preparo dos profissionais da odontologia na abordagem de pacientes fissurados, torna-se imprescindível o aprimoramento do conhecimento acerca das necessidades especiais que estes pacientes apresentam, bem como a criação de vínculo afetivo com o paciente e a família visando um tratamento preciso e humanizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Regina Rodrigues Alves, niversidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), Joaçaba, Santa Catarina, Brasil

Graduanda em Odontologia na Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), Joaçaba, Santa Catarina, Brasil

Luana Gabriela Lopes Duarte, Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), Joaçaba, Santa Catarina, Brasil

¹ Graduanda em Odontologia na Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC), Joaçaba, Santa Catarina, Brasil

Publicado
2019-12-03
Como Citar
Alves, B. R. R., Duarte, L. G. L., & Ramos, G. de O. (2019). A importância de um protocolo preventivo no atendimento odontológico de pacientes fissurados: uma revisão sistemática da literatura. Arquivos Em Odontologia, 55. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/12130
Seção
Artigos