Análise da pigmentação de cerâmicas odontológicas submetidas a diferentes corantes

Autores

  • Milena Gabriela Aranha Moreira Universidade do Estado do Amazonas
  • Alessandra Rezende Peris Mitsui Universidade do Estado do Amazonas
  • Danielson Guedes Pontes Universidade do Estado do Amazonas
  • Fabio Hiroyuki Ogata Mitsui Universidade do Estado do Amazonas
  • Hugo Felipe Do Vale Universidade do Estado do Amazonas
  • Magno Vinícius Silva Batista Universidade do Estado do Amazonas

DOI:

https://doi.org/10.35699/2178-1990.2021.26340

Resumo

Objetivo: É mérito deste estudo avaliar a pigmentação de cerâmicas odontológicas submetidas a diferentes tratamentos de superfície e imersas em soluções corantes.

Métodos: Foram confeccionadas 60 amostras de cerâmica, divididas em seis grupos. Os grupos G1, G2 e G3 receberam aplicação prévia de glaze, enquanto G4, G5 e G6 foram submetidos a desgastes e polimento. Os grupos foram mantidos em água destilada, açaí e café por um período de 30 dias. Foram realizadas fotografias digitais, seguidas da mensuração de cor da superfície com o programa mColorMeter, com base no sistema CIELab, antes da imersão, após 15 e 30 dias. Para avaliação quantitativa da variação de cor foi utilizada fórmula de ∆E, onde foram obtidos média e desvio padrão de cada grupo. Os dados foram submetidos à análise estatística ANOVA de dois fatores.

Resultados: Após a realização da análise estatística, foram estabelecidos as médias e desvios-padrão para variância de cor (∆E) e foi constatado que não houve resultado estatisticamente significativo, em que p ≤ 0,05, para pigmentação em nenhum dos grupos de cerâmicas.

Conclusão: Nesse contexto, infere-se que as substâncias café e açaí não promoveram alterações de cor significativas, bem como o glaze e o polimento mostraram-se igualmente eficientes na manutenção da estabilidade de cor das cerâmicas.

Descritores: Cerâmica. Corantes. Pigmentação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Olivieri KAN, Pelissari LP, Teixeira ML, Miranda ME. Avaliação da rugosidade superficial de duas cerâmicas odontológicas submetidas a diferentes tratamentos polidores. Rev Dental Press de Estét. 2013;10(1):96-107.

Amoroso AP, Ferreira MB, Torcato LB, Pellizzer EP, Mazaro JVQ, Gennari Filho H. Cerâmicas Odontológicas: propriedades, indicações e considerações clínicas. Rev Odontol Araçatuba. 2012;33(2):19-25.

Bini N, Vasconcellos FJ, Gouvea CVD, Carvalho W, Ferreira VF, Oliveira H. Rugosidade superficial de uma cerâmica glazeada e submetida a diferentes sistemas de polimento. Pesqui Bras Odontopediatria Clín Integr. 2011;11(4):481-4.

Silva TM, Salvia ACRD, Carvalho RF, Silvia EG, Pagani C. Effects of diferente polishing protocols on lithium disilicate ceramics. Braz Dent J. 2015;26(5):478-83.

Werneck RD, Neisser MP. Rugosidade superficial de uma porcelana feldspática odontológica após simulação de ajuste oclusal e polimento. Rev Odonto Ciênc. 2008;23(2):166-9.

Bottino MC, Valandro LF, Kantorski KZ, Bressiani JC, Bottino MA. Polishing methods of an alumina-reinforced feldspar ceramic. Braz Dent J. 2006;17(4): 285-9.

Jain C, Bhargava A, Gupta S, Rath R, Nagpal A, Kumar P. Spectrophotometric evaluation of the color changes of different feldspathic porcelains after exposure to commonly consumed beverages. Eur J Dent. 2013;7:172-80.

Polli MJ, Dimer AR , Vicentin M, Arossi GA, Fernandes CRC. Estabilidade de cor de cerâmica odontológica após glaze e polimento. Arq Odontol. 2016;52(1):38-45.

Cedrim PCAS, Barros EMA, Nascimento TG. Propriedades antioxidantes do açaí (Euterpe oleracea) na síndrome metabólica. Braz J Food Technol. 2018;21:1-7.

Gomes EA, Assunção WG, Rocha EP, Santos PH. Cerâmicas odontológicas: o estado atual. Cerâmica. 2008;54:319-25.

Garcia LFR, Consani S, Cruz PC, Souza FCPP. Análise crítica do histórico e desenvolvimento das cerâmicas odontológicas. Rev Gaúch Odontol. 2011;59(0):67-73.

Yazici AR, Çelik Ç, Dayangaç B, Özgünaltay G. The effect of curing units and staining solutions on the color stability of resin composites. Oper Dent. 2007; 32(6):616-22.

Yanikoglu N, Duymus ZY, Yilmaz B. Effects of different solutions on the surface hardness of composite resin materials. Dent Mater J. 2009;28(3):344-51.

Silva DC, Tiradentes SBSP, Parente RCP, Bandeira MFCL. Color change using HSB color system of dental resin composites immersed in different common Amazon region beverages. Acta Amaz. 2009;39(4):961-8.

Erta E, Guler AU, Yucel AÇ, Koprulu H, Guler E. Color stability of resin composites after immersion in different drinks. Dent Mater J. 2006;25(2):371-6.

Szesz AL, Pupo YM, Martins GC, Gomes JC, Gomes OMM. Influência de diferentes bebidas na estabilidade de cor da resina composta. Odontol Clín-Cient. 2011;10(4):323-8.

Szesz AL, Martins GC, Pupo YM, Gomes JC, Gomes OMM. Influência do polimento após manchamento de uma resina composta submetida a diferentes bebidas. Rev Assoc Paul Cir Dent. 2012;66(1):48-52.

Pereira SK, Muller AA, Boratto AC, Veiga PM. Avaliação da alteração de cor de resinas compostas em contato com soluções potencialmente corantes. Publ UEPG, Ciênc Biol Saúde. 2003;9(1):13-9.

Subramanya JK, Muttagi S. In vitro color change of three dental veneering resins in tea, coffee and tamarind extracts. J Dent (Tehran). 2011;8(3):138-45.

Ferreira LAQ, Yamauti M, Peixoto RTRC, Magalhães CS, Sá TM, Silami FDJ. Avaliação da alteração de cor de uma resina composta “beautiful bulk” submetida à imersão em soluções pigmentantes. Arq Odontol. 2020;56(2):1-8.

Al-Wahadni A, Martin DM. Glazing and finishing dental porcelain: a literature review. J Can Dent Assoc. 1998;64(8):580-3.

Samra APB, Pereira SK, Delgado LC, Borges CP. Color stability evaluation of aesthetic restorative materials. Braz Oral Res. 2008; 22(3):205-10.

Maciel LC, Silva CFB, Jesus RH, Concílio LRS, Kano SC, Xible AA. Influence of polishing systems on roughness and color change of two dental ceramics. J Adv Prosthodont. 2019;11:215-22.

Downloads

Publicado

2021-10-28

Como Citar

Moreira, M. G. A., Mitsui, A. R. P. ., Pontes, D. G. ., Mitsui, F. H. O. ., Do Vale, H. F. ., & Batista, M. V. S. (2021). Análise da pigmentação de cerâmicas odontológicas submetidas a diferentes corantes. Arquivos Em Odontologia, 57, 229–235. https://doi.org/10.35699/2178-1990.2021.26340

Edição

Seção

Artigos