Análise por imagens dos contatos oclusais em boca e em verticulador

  • Guilherme Campos Vieira Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
  • Emerson Hamilton Silva Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
  • Marcos Dias Lanza Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
  • Lincoln Dias Lanza Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
  • Rogeli Tibúrcio Ribeiro da Cunha Peixoto Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
  • Luiz Thadeu de Abreu Poletto Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG

Resumo

A ocorrência de discrepância qualitativa dos pontos de contato da superfície oclusal dos dentes 24 ao 27 foi pesquisada em dois indivíduos, comparando-se imagens digitalizadas obtidas “in vivo” e em modelos montados em verticulador. Seis modelos parciais, obtidos por meio de moldagem de duplo arco, foram montados em um aparelho verticulador. Um dispositivo para obtenção de fotografia intra-oral com a mesma distância focal e mesmo plano foi desenvolvido e confeccionado. Para o registro dos contatos oclusais foi utilizado papel carbono de espessura de 0,8 mm. As fotografias foram devidamente organizadas, em pranchas, para posterior comparação e avaliação qualitativa. Com base nas comparações feitas e na metodologia utilizada,
concluiu-se que o aparelho mecânico usado reproduziu os contatos oclusais em boca, sem alteração de posição. A metodologia de digitalização de imagens possibilitou a comparação qualitativa dos contatos obtidos em boca e no aparelho mecânico. Entretanto, é necessário desenvolver-se mais a técnica de obtenção das fotografias intra-orais para se poder realizar a análise quantitativa.
Descritores: Ajuste oclusal. Instrumentação. Fotografia dentária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Campos Vieira, Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
Mestrando, área de concentração Dentística, FO-UFMG
Emerson Hamilton Silva, Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
Mestrando, área de concentração Dentística, FO-UFMG
Marcos Dias Lanza, Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
Prof. Associado, Coordenador da área de Prótese, FO-UFMG
Lincoln Dias Lanza, Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
Prof. Associado, disciplina de Dentística, FO-UFMG
Rogeli Tibúrcio Ribeiro da Cunha Peixoto, Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
Profa. Assistente, disciplina de Dentística, FO-UFMG
Luiz Thadeu de Abreu Poletto, Universidade Federal de Minas Gerais- UFMG
Prof. Associado, Chefe do Dept. Odontologia Restauradora, FO-UFMG

Referências

1 – Pereira AH. Limitações do articulador Whip-Mix – Procedimentos técnicos para suas compensações. (Dissertação de mestrado). Bauru.
Faculdade de Odontologia de Bauru - USP. 1976.
2 – Buchanan WT. Working cast verification. J Prosthet Dent. 1992; 67: 415-6.
3 – Cox JR. A Clinical study comparing marginal and occlusal accuracy of crows fabricates from double-arch and complete-arch impressions. Aust
Dent J. 2005; 50:90-4.
4 – Parker MH, Cameron SM, Hughbanks JC, Reid DE. Comparison of occusal contacts in maximum intercuspation for two impression techniques. J Prosthet Dent. 1997; 78:255-9.
5 – Ceyhan JA, Johnson HG, Lepe X. The effect of tray selection, viscosity of impression material, and sequence of pour on the accuracy of dies made from dual-arch impressions. J Prosthet Dent. 2003;
90:143-9.
6 – Lane AD, Randal RC, Lane NS, Wilson NH. A clinical trial to compare double-arch and completearchimpression techniques in the provision of
indirect restaurations. J Prosthet Dent. 2003; 89:141-5.
7 – Wilson EG, Werrin SR. Double arch impressions for simplified restorative dentistry. J Prosthet Dent. 1983; 49:198-202.
Publicado
2016-03-14
Como Citar
Vieira, G. C., Silva, E. H., Lanza, M. D., Lanza, L. D., Peixoto, R. T. R. da C., & Poletto, L. T. de A. (2016). Análise por imagens dos contatos oclusais em boca e em verticulador. Arquivos Em Odontologia, 44(1). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3457
Seção
Artigos