Análise dimensional de moldes de alginato após armazenagem

  • Juliene Caetano Fonte-Boa
  • Marcos Daniel Septímio Lanza Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Rogéli Tibúrcio Ribeiro da Cunha Peixoto Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Alexandre Fortes Drummond Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
  • Eduardo Lemos de Sousa Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Resumo

Objetivo: O objetivo neste trabalho foi avaliar a estabilidade dimensional de moldes de dois diferentes alginatos (Cavex Color Change®, Cavex Holland BV, Netherlands; Hydrogum®5, Zhermack, Italy), armazenados em diferentes intervalos de tempo, utilizando dois dispositivos diferentes (D1 e D2 - figuras 1 e 2 respectivamente). Métodos: Após a manipulação e presa completa dos alginatos, foram realizadas medidas diretamente nos moldes dos alginatos, nos tempos T0, T1, T2, T3, T4 e T5 (imediatamente, 30 minutos, 2 horas, 24 horas, 48 horas e 120 horas, respectivamente), para cálculo do percentual de alteração dimensional dos moldes em cada dispositivo. Os dados foram analisados pelo testes Two-Way ANOVA e Tukey, com nível de significância de 5%. Resultados: A análise estatística mostrou diferença entre os tempos (F=29,956; p<0,001), mas não houve diferença entre os alginatos (F=3,155; p=0,076) para o dispositivo 1. Em relação ao dispositivo 2, houve diferença tanto em relação aos tempos (F=21,495; p<0,001) quanto em relação aos alginatos (F=5,595; p=0,015). Conclusões: Os alginatos testados podem ser armazenados com segurança somente por até duas horas após sua presa.
Descritores: Alginatos. Precisão da medição dimensional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliene Caetano Fonte-Boa
Mestre em Odontologia/Materiais Dentários
Marcos Daniel Septímio Lanza, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Doutor em Reabilitação Oral; Departamento de Odontologia Restauradora, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Rogéli Tibúrcio Ribeiro da Cunha Peixoto, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Doutora em Odontologia/Dentística; Departamento de Odontologia Restauradora, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Alexandre Fortes Drummond, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Doutor em Odontologia/Materiais Dentários; Departamento de Odontopediatria e Ortodontia, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil
Eduardo Lemos de Sousa, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG
Doutor em Odontologia/Materiais Dentários; Departamento de Odontologia Restauradora, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil

Referências

1. Shen Chiayi. Materiais de moldagem. In: Phillips Materiais Dentários. Rio de Janeiro: Elsevier; 2005. p. 224-32.
2. Craig R G, Powers, J. Impression materials. In: Dental Materials. Mostby; 2000. p.138- 78.
3. Imbery TA, Nehring J, Janus C, Moon PC. Accuracy and dimensional stability of extended – pour and conventional alginate impression materials. J Am Dent Assoc. 2010; 141: 32-9.
4. Combe EC, Grant AA. The selection and properties of materials for dental practice. Brit Dent J. 1973; 197-200.
5. Buchan S, Peggie RW. Role of ingredients in alginate impression Compounds. J Dent Res. 1966; 45: 1120-9.
6. Fellows CM, Thomas GA. Determination of bond and unbond water in dental alginate irreversible hydrocolloid by nuclear magnetic resonance spectroscopy. Dent Mat. 2009; 25: 486-93.
7. Todd JA, Oesterle LJ, Newman SM, Shellhart WC. Dimensional changes of extended-pour alginate impression materials. Am J Orthod Dentofacial Orthop. 2013 Apr;143 Suppl 4:S55- 63.
8. Fano V, Gennari PU, Ortalli I. Dimensional stability of silicone-based impression materials. Dent Mater. 1992; 8:105-9.
9. Rohanian A, Ommati Shabestari G, Zeighami S, Samadi MJ, Shamshiri AR. Effect of storage time of extended-pour and conventional alginate impressions on dimensional accuracy of casts. J Dent (Tehran). 2014 Nov;11(6):655-64.
10. Kulkarni MM, Thombare RU. Dimensional Changes of Alginate Dental Impression Materials-An Invitro Study. J Clin Diagn Res. 2015 Aug;9(8):ZC98-ZC102.
11. Erbe C, Ruf S, Wöstmann B, Balkenhol M. Dimensional stability of contemporary irre- versible hydrocolloids: humidor versus wet tissue storage. J Prosthet Dent. 2012 Aug;108(2):114- 22.
12. Shen C. Impression Materials. In: Anusa- vice KJ. Phillips’ science of dental materials. 11th ed. Philadelphia: Saunders; 2003. p. 206- 43.
13. Nassar U, Aziz T, Flores-Mir C. Dimensional stability of irreversible hydrocolloid impression materials as a function of pouring time: a systematic review. J Prosthet Dent. 2011 Aug;106(2):126-33.
Publicado
2016-07-18
Como Citar
Fonte-Boa, J. C., Lanza, M. D. S., Peixoto, R. T. R. da C., Drummond, A. F., & de Sousa, E. L. (2016). Análise dimensional de moldes de alginato após armazenagem. Arquivos Em Odontologia, 52(2). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3700
Seção
Artigos

Most read articles by the same author(s)