A importância das escalas espaciais para compreensão do processo de globalização

Autores

  • Thiago Macedo Alves de Brito Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Palavras-chave:

Espaço, Globalização, Lugar, Território, Escala

Resumo

Este artigo apresenta uma reflexão e uma análise do espaço em suas diferentes escalas: global, do lugar e do território. Aborda-se o global como o espaço das transformações mundiais, da profusão das técnicas respaldadas pela ciência, da mais-valia tornada mundial e da confluência dos momentos. Quanto ao lugar, é visto como o espaço da convergência e da divergência de duas racionalidades: uma vinda de fora, do global, que impõe uma lógica padronizada da circulação de mercadorias; outra que emerge do local, à procura de uma outra racionalidade propiciada pela proximidade, pela vizinhança e pela solidariedade. Já o território é visto como espaço de apropriação simbólica e da dominação política e econômica, mediação necessária entre o global e o local. Por fim, destaca-se a importância de uma análise que associe essas escalas espaciais, entendidas como processos sociais, e melhor sustente teoricamente as práticas sociais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Thiago Macedo Alves de Brito, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Thiago Macedo Alves de Brito é mestrando em Organização do Espaço pelo Programa de Pós-graduação em Geografia – IGC/UFMG.

Downloads

Publicado

2006-07-01

Como Citar

Brito, T. M. A. de. (2006). A importância das escalas espaciais para compreensão do processo de globalização. Revista Geografias, 93–106. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/geografias/article/view/13197

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)