As redes logísticas e o novo papel dos portos na economia global

Autores

  • Rejane C. A. Rodrigues Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Palavras-chave:

Transporte, Logística, Portos, Rede, Economia

Resumo

Historicamente, os transportes ocuparam um papel preponderante no desenvolvimento da economia e na organização do espaço. Contudo, as mudanças pelas quais passou o mundo na última metade do século XX, com a constituição de uma economia em redes operadas em escala mundial, transformaram a logística no elemento primordial da organização do território. Facilidade, flexibilidade e confiança são agora mais importantes que o custo do transporte, constituindo-se as redes logísticas, e não mais simplesmente as redes de transportes, em elementos estruturantes do território. Transformados em centros da cadeia logística, os portos passaram por profundas mudanças, que envolvem desde a sua organização espacial até as relações capital-trabalho. Compreendidos como nós das redes logísticas, por onde circulam, de forma simultânea e sincrônica, fluxos de produtos cada vez mais fragmentados e mais aleatórios e onde se estabelecem atividades que agregam valor aos produtos em circulação, os portos podem se constituir em importantes vetores da valorização produtiva do território.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rejane C. A. Rodrigues, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Rejane C. A. Rodrigues é professora do Instituto de Aplicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro; Doutoranda em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Downloads

Publicado

2007-07-01

Como Citar

Rodrigues, R. C. A. (2007). As redes logísticas e o novo papel dos portos na economia global. Revista Geografias, 120–134. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/geografias/article/view/13222

Edição

Seção

Artigos