Fronteiras entre ciência e saberes locais

  • Cássio Eduardo Viana Hissa Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Palavras-chave: Cidades e lugares, Saberes locais, Ciência e transdisciplinaridade, Fronteiras do saber, Cidades de utopia

Resumo

Os lugares, sobretudo nas sociedades modernas, são universos socioespaciais feitos de limites: alteridades, exclusões, cerceamentos de diversas origens. Entretanto, os lugares são, ainda, espaços de encontro e diálogo: universos de contato e abertura. As interpretações científicas que se referem aos lugares, em muitas circunstâncias, trabalhadas pela ciência moderna especialmente à luz de paradigmas conservadores, podem resultar na reprodução de limites, na obstrução às liberdades democráticas. Assim, muitas vezes, excluem-se ricas experiências processadas nos lugares. Entretanto, estas experiências – uma manifestação dos saberes e das tradições culturais locais –, quando postas em diálogo com o conhecimento científico referenciado por uma nova ética transdisciplinar, ao expressar possibilidades de abertura política e de expansão das fronteiras do saber, podem construir esperanças, fortalecer utopias e redesenhar lugares de transformação social.

Biografia do Autor

Cássio Eduardo Viana Hissa, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
Cássio Eduardo Viana Hissa é Professor do Programa de Pós-Graduação em Geografia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Publicado
2010-07-01
Seção
Artigos