Solidariedade, cooperação ou complementaridade? Incursões entre a perspectiva relacional e o planejamento territorial

  • Reinaldo Onofre dos Santos Universidade Federal de Minas Gerais
Palavras-chave: Planejamento Territorial, Perspectiva Relacional, Solidariedade Territorial

Resumo

O objetivo desse trabalho é qualificar e discutir a noção de solidariedade territorial sob a perspectiva relacional. O exercício exigiu uma passagem por algumas ideias que movem a sociologia relacional e a análise de redes sociais, passando pelos estudos desses campos para algumas notas sobre o conceito de redes geográficas. No planejamento territorial, regional ou urbano, a preocupação com as redes geográficas parte da complementaridade econômica e cooperação política, sem dar muita atenção à solidariedade territorial propriamente dita. A ênfase dos estudos é dada à promoção do desenvolvimento por meio do estabelecimento de laços entre as regiões menos integradas e o fortalecimento das interações intrarregionais, com fomento às conexões também fora da região. Mesmo que este processo possa partir de investimentos nos atributos das localidades para, por conseguinte, determinar as relações econômicas e socioespaciais, o que realmente se observa na realidade é o inverso. As políticas do espaço são resultado de relações sociais assimétricas e, por isso, o projeto a ser realizado não é fruto de um consenso, senão por meio do convencimento alienante ou ações autoritárias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Reinaldo Onofre dos Santos, Universidade Federal de Minas Gerais
Doutorando em Geografia - IGC/UFMG.
Publicado
2012-06-01
Seção
Artigos