Utilização de parâmetros geomorfométricos para a classificação do relevo do município de Mata – RS

  • Daniélli Flores Dias Universidade Federal de Santa Maria
  • Romario Trentin Universidade Federal de Santa Maria
  • Rodrigo Diniz Marques Universidade Federal de Santa Maria
Palavras-chave: Compartimentação Geomorfométrica, Árvore de Decisão, Município de Mata

Resumo

Nos últimos anos, o estudo das formas de relevo tem
sido cada vez mais fundamental para o entendimento da
configuração do espaço geográfico. A parametrização do
relevo refere-se a representação quantitativa das
características morfológicas da paisagens descritas de
forma contínua por meio de equações aplicadas a modelos
numéricos de representação altimétrica que derivam os
atributos geomorfométricos. Diante disso, foi realizado
uma compartimentação do relevo no município de Mata,
através da utilização de parâmetros geomorfométricos. A
classificação do relevo da área de estudo, realizou-se a
partir da proposta de mapeamento geomorfométrico
automatizado por Silveira e Silveira (2013), seguindo os
preceitos de Iwahashi e Pike (2007). O relevo do
município também foi analisado seguindo a proposta
descrito por Guadagnin e Trentin (2014) e Trentin et al
(2015), baseando-se em um cruzamento de índices
topográficos gerados através de um ambiente
georreferenciados de um SIG e hierarquizados através de
uma árvore de decisão com valores pré-definidos. Com
base nisso, a classificação do relevo foi realizada através do
cruzamento de informações e atributos topográficos
extraídos de dados SRTM gerados por meio de um SIG e
hierarquizados através de uma árvore de decisão,
resultando assim, em doze unidades geomorfométricas
para o município de Mata.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-01-27
Seção
Artigos