Análise da precipitação e eventos extremos em região semiárida: o caso da sub-bacia hidrográfica do Rio Figueiredo, Ceará - Brasil

  • Bárbara Maria de Almeida Maia Mestranda em Geografia - UECE
  • Flávio Rodrigues do Nascimento Doutor em Geografia - UFF
  • Francisco Sérgio de Almeida Pinheiro Doutor em Geografia - UECE
Palavras-chave: Bacia Hidrográfica, Precipitações Extremas, Rio Figueiredo.

Resumo

O conhecimento das precipitações pluviométricas é
indispensável para melhor compreensão do ciclo
natural da água. Os eventos naturais extremos que
mais repercutem nas atividades humanas no nosso
país são de natureza climática. Algumas cidades
brasileiras têm apresentado situações críticas,
relacionadas às inundações, durante a ocorrência de
episódios pluviais concentrados. Esse estudo analisa
a variabilidade da chuva na sub-bacia do Rio
Figueiredo, com foco nos eventos extremos de
precipitação, no período compreendido entre 1979 e
2014. Foram utilizados dados diários de precipitação
de 5 estações, obtidos a partir da base de dados da
Agência Nacional de Águas (ANA), sendo
organizados e tratados para a determinação do
tempo de retorno - TR, para se detectar a
periodicidade, eventuais diferenças espaciais e
geração de mapa. Os eventos intensos de maior
precipitação ocorreram nos meses de janeiro a maio.
Os resultados indicaram a ocorrência de 30 episódios
pluviométricos diários com intensidades iguais e
superiores a 100mm, no período de 1979 a 2014,
dentro da sub-bacia. A análise dos resultados obtidos
para a bacia em estudo revelou um aumento no
número de episódios intensos de precipitação, bem
como a ocorrência com maior frequência e
intensidade em anos de El Niño.

Publicado
2017-08-25
Seção
Artigos