A gênese da geopolítica do capitalismo entre Brasil e Estados Unidos

Autores

Palavras-chave:

Iminência. Geopolítica. Reconfiguração. Brasil. Estado Unidos.

Resumo

O artigo analisa a gênese das relações geopolíticas entre Brasil e Estados Unidos como parte da reconfiguração do espaço mundial ocorrida durante a primeira grande depressão, entre 1873 a 1895. Para realizar esse exame, foram levantadas e interpretadas as seguintes fontes: dados secundários da evolução da produção industrial dos Estados Unidos; estatísticas das trocas comerciais entre o Brasil e os Estados Unidos; documentos vinculados à consolidação da Primeira República, como a Constituição de 1891; os relatórios do Ministério das Relações Exteriores referentes ao acordo comercial-bilateral entre 1891-1895; e o livro Intervenção Estrangeira Durante a Revolta da Armada de 1893-1894, de Joaquim Nabuco. Estes eventos revelam como a partir de estratégias militares, comerciais e ideológicas os Estados Unidos inserem o Brasil na sua área de influência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-04

Como Citar

Assis, R. J. S. de A. . (2020). A gênese da geopolítica do capitalismo entre Brasil e Estados Unidos. Revista Geografias, 28(2), 4–26. Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/geografias/article/view/24051

Edição

Seção

Dossiê - A inserção dos estudos geográficos brasileiros nos estudos globais