A percepção ambiental enquanto ferramenta para pensar o meio no ensino de geografia

Autores

  • Aldeíze Bonifácio da Silva UFRN
  • Marcela Albino do Nascimento UFRN
  • Maria Francisca Jesus Lírio Ramalho UFRN

DOI:

https://doi.org/10.35699/2237-549X%20.2021.25205

Palavras-chave:

ensino de geografia, percepção ambiental, práticas sustentáveis, Macaíba/RN

Resumo

O presente artigo é resultante de uma série de atividades de caráter socioambiental realizadas na Escola Municipal José Arinaldo Alves, localizada no município de Macaíba/RN, com alunos do 6º ano do ensino fundamental II. O objetivo da atividade foi verificar a capacidade de apreensão dos alunos sobre o espaço geográfico no qual estão inseridos, e propiciar aos alunos a compreensão do seu papel enquanto cidadão e agentes transformadores da realidade. A metodologia utilizada teve por base a pesquisa bibliográfica, o uso de imagem como recurso metodológico e a aplicação empírica. Os resultados obtidos demonstram que o uso de imagens enquanto recurso metodológico auxiliou os alunos na percepção da realidade socioambiental na qual estão inseridos. Os alunos se envolveram de forma efetiva na atividade, o que pode ser apreendido através do engajamento nas ações e nos debates sobre as possibilidades de preservação do meio ambiente por meio de práticas sustentáveis individuais e coletivas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aldeíze Bonifácio da Silva, UFRN

Graduada em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Especialista em Metodologia do Ensino em Geografia pelo Centro Universitário Internacional (UNINTER). Mestranda em Geografia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).

Marcela Albino do Nascimento, UFRN

Graduada em Geografia (Bacharel e Licenciada) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Técnica ambiental pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Especialista em Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) pela Faculdade Integrada de Patos. Professora da rede básica de ensino (anos finais), com experiência na área de ensino em Geografia e pesquisa em Meio Ambiente e Assistência Técnica Rural.

Maria Francisca Jesus Lírio Ramalho, UFRN

Bacharel e Licenciada em Geografia pela Universidade Federal da Paraíba. Mestrado em Geociências, na área de geomorfologia, pela Universidade Federal da Bahia. Doutorado em Ciências (Geografia), na área geomorfologia-geoecologia, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é professora aposentada do Departamento de Geografia (DGE) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, e possui interesse na área de geomorfologia dinâmica, geomorfologia ambiental, geomorfologia urbana, no que  que tange susceptilidade e erodibilidade de solos, uso do solo e erosão nas encostas, erosão eólica, bacia hidrográfica, ambientes semiárido e costeiro.

Referências

ALMEIDA, R. D. O espaço geográfico: ensino e representação. 15 ed. São Paulo: Contexto, 2010.

CASTROGIOVANNI, A. C. (Org.). Ensino de geografia: práticas e textualizações no cotidiano. 2 ed. Porto Alegre: Meditação, 2000.

DIAS, G. F. Educação ambiental: princípios e práticas. 9 ed. São Paulo: Gaia, 2004.

EFFTING, T. R. Educação ambiental nas escolas públicas: realidade e desafios. 2007. 90 f. Monografia (Especialização) - Centro de Ciências Agrárias. Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Paraná, 2007.

FAGGIONATO, S. Percepção ambiental. Material de Apoio – Textos, 2009. Disponível em: <http://educar.sc.usp.br/biologia/textos/m_a_txt4.html>. Acesso em: 06 jan. 2013.

FERNANDES, R. et al. Uso da percepção ambiental como instrumento de gestão em aplicações ligadas às áreas educacional, social e ambiental. Rede Brasileira de Centros de Educação Ambiental. Rede CEAS, 2009. Disponível em: <http://www.redeceas.esalq.usp.br/noticias/Percepcao_Ambiental.pdf> Acessado em: 12 jan. 2013.

FORMAGGIO, A. R.; SANCHES, L. D. O que é pegada ambiental e pegada ecológica? Oficina de textos, 2017. Disponível em: <http://www.ofitexto.com.br/comunitexto/o-que-e-pegada-ambiental-e-pegada-ecologica/>. Acesso em: 26 jan. 2021.

GOVERNO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE. Parque das Dunas. Disponível em: < http://www.parquedasdunas.rn.gov.br/Index.asp>. Acesso em: 01 jan. 2013

MARCATTO, C. Educação ambiental: conceitos e princípios. Belo Horizonte: FEAM, 2002.

MARQUES, S. P. S.; MOIMAZ, M. R. O ensino de geografia como ponto de partida para uma prática de educação ambiental contínua. Anais... XII Congresso Nacional de Educação, PUCPR, 2015. Disponível em: https://educere.bruc.com.br/arquivo/pdf2015/18461_7764.pdf> Acessado em: 12 jan. 2017.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE. Identidades da educação ambiental brasileira. LAYRARGUES, P. P. (coord.). Brasília: Ministério do Meio Ambiente, 2004.

ROOS, A.; BECKER, E. L. S. Educação ambiental e sustentabilidade. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, v. 5, n. 5, p. 857 - 866, 2012. (ISSN: 2236-1170). Disponível em: <http://periodocos.ufsm.br/reget/article/viewFile/4259/3035>. Acesso em: 01 jan. 2013

STEFANELLO, A. C. Didática e avaliação da aprendizagem no ensino de Geografia. Curitiba: Ibpex, 2009.

STAFORINI, R. Ensinar geografia: o desafio da totalidade-mundo nas séries iniciais. São Paulo: Annablume, 2004.

ZATTA, C. I.; AGUIAR, W. G. O uso de imagens como recurso metodológico para estudar Geografia. 2008. Disponível em: <http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2375-8.pdf>. Acesso em: 01 jan. 2013

Downloads

Publicado

2021-07-02

Como Citar

Bonifácio da Silva, A., Albino do Nascimento, M. ., & Jesus Lírio Ramalho, M. F. . (2021). A percepção ambiental enquanto ferramenta para pensar o meio no ensino de geografia. Revista Geografias, 29(1), 24–59. https://doi.org/10.35699/2237-549X .2021.25205

Edição

Seção

Artigos